Tamanho do texto

Jovem atleta afirma estar preparado para o Mundial da categoria, que será disputado na Letônia e terá início nesta quinta-feira

O pivô brasileiro Lucas Bebê é destaque no site da Fiba (entidade que rege o basquete no mundo). O jovem atleta foi entrevistado para relatar a expectativa de defender a seleção no Mundial sub-19, que ocorrerá na Letônia a partir de quinta-feira (30), e afirmou estar preparado para a disputa da competição.

“Esperei por cerca de um ano para esse Mundial e andei treinando muito ultimamente”, disse o atleta. “Mas você nunca pode estar 100% pronto, pois há sempre algo que você possa fazer para evoluir”.

A espera citada por Lucas é uma referência ao campeonato sub-18, ocorrido nos EUA em 2010, na cidade de San Antonio. Na oportunidade, o Brasil realizou boa campanha e ficou com a medalha de prata. Na decisão, foi derrotado pela seleção norte-americana por apenas três pontos: 81 a 78.

Lucas sabe que jogar contra países de outros continentes é diferente e que o Mundial da Letônia será uma outra competição. “No campeonato sul-americano, você se concentra mais nos times que já conhece. No Mundial, joga-se contra diferentes escolas de basquete”.

A seleção brasileira está no Grupo A do Mundial e estreia na quinta contra a Rússia. Nos dias seguintes, enfrenta Polônia e Tunísia – os outros dois times que compõem a chave.

Perguntado sobre o conhecimento que a equipe tem sobre os adversários da primeira fase, Lucas respondeu: “Sabemos um pouco sobre Rússia e Polônia, mas nada muito específico. Ainda não nos encontramos em jogos oficiais, mas estamos discutindo sobre todos os times e jogadores. Sinto que se não jogarmos bem, se não dermos 100%, iremos perder e por uma grande diferença, pois todas as equipes se equivalem”.

Na medida em que o Brasil for avançando na competição, crescem as chances de enfrentar a Lituânia, em uma partida que colocaria Lucas frente a frente com o jogador de garrafão mais badalado da categoria: o pivô Jonas Valanciunas, escolhido pelo Toronto Raptors na quinta posição do “NBA Draft” deste ano .

Quando Lucas foi questionado se havia algum jogador em específico que gostaria de enfrentar, apontou: “Talvez o Valanciunas, por causa da atenção que ele tem despertado da mídia”.

Lucas e Valanciunas já se enfrentaram duas vezes nos últimos dias, na série de amistosos que a seleção fez como preparação para o Mundial. Ambos os confrontos foram vencidos pelos lituanos. No primeiro, realizado no dia 19, Valanciunas anotou 21 pontos, contra nove de Lucas. No dia seguinte, foi a vez de o brasileiro brilhar e ser o cestinha do jogo com 24 pontos, contra 15 do rival.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.