Tamanho do texto

Ex-técnico e atual presidente da franquia conversa com jogadores sobre sua experiência contra o Boston Celtics em playoffs

Pat Riley tem história na NBA. O presidente de operações do Miami Heat foi seis vezes campeão da liga e escolhido um dos dez melhores treinadores da história do basquete profissional norte-americano. Agora, o veterano tenta passar parte de sua experiência para o elenco da Flórida.

Na manhã desta segunda-feira, Riley foi ao treinamento do Heat e conversou com os jogadores. O integrante do Hall da Fama contou histórias sobre as séries de playoffs em que enfrentou o Boston Celtics e a importância do atual confronto semifinal de conferência.

“Quando você conversa com alguém que já esteve nessas batalhas e entende o psicológico dos jogadores, você respeita isso”, disse o ala-armador Dwyane Wade, campeão sob o comando de Riley em 2006. “Ele está me dando um enorme conhecimento sobre o jogo”.

Como técnico do Los Angeles Lakers, Riley disputou três finais de NBA contra o Celtics na década de 1980. Em 1984, foi derrotado em sete partidas. Em 1985 e 1987, conquistou o título em seis jogos.

“Nós só estamos conversando sobre a situação, esta série e a história”, falou o ala LeBron James. Atualmente, Miami lidera o confronto semifinal contra o Celtics por 2 a 1.

Depois de vencer as duas primeiras partidas da série , em casa, o Heat foi derrotado em Boston por 98 a 81 . O ala-pivô Chris Bosh, terceiro cestinha do time, admitiu que se sentiu intimidado com a pressão exercida por jogadores e torcida adversária .

James valorizou a oportunidade de conversar e receber motivação de um dos maiores profissionais da história da NBA: “Este homem tem muita história. Ele viu de tudo. Tenho um grande respeito pela história do esporte. O próximo jogo é muito importante e estamos cientes disso.”.

A quarta partida da série entre Heat e Celtics acontece nesta segunda-feira às 20h de Brasília com transmissão ao vivo do canal a cabo ESPN.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.