Tamanho do texto

Depois de ter dado declarações irritadas após a perda do título da temporada 2010/11, ala do Miami Heat se retrata

A derrota do Miami Heat diante do Dallas Mavericks no domingo fez com que a perseguição de LeBron James ao primeiro titulo da carreira se estendesse. O ala foi bastante criticado pelas declarações que fez a quem torceu contra a sua equipe na decisão. Com os ânimos menos exaltados, retratou-se nesta terça-feira.

“Não estava dizendo que sou melhor do que qualquer outra pessoa deste planeta, porque eu não sou mesmo”, disse LeBron. “Nunca me consideraria superior a qualquer um que tenha assistido o nosso jogo. Posso ter me expressado de maneira equivocada, mas não era essa a minha intenção”.

Ciente de que havia muita gente torcendo pelo seu insucesso , LeBron desabafou no domingo, após o jogo derradeiro das finais: “As pessoas podem ficar contentes pelo fato de o Heat não ter conseguido atingir o seu objetivo nesta temporada por alguns dias ou alguns meses. Mas elas terão que voltar depois ao mundo real e enfrentar os seus próprios problemas”.

Acredita-se que o alvo da revolta de LeBron era sua ex-equipe, o Cleveland Cavaliers. Antes das finais, os torcedores da franquia do Ohio se uniram para apoiar o Dallas na decisão . Já o proprietário do Cavs, Dan Gilbert, postou uma mensagem no Twitter logo após a partida do domingo ironizando o craque.

Os dois dias que teve para se acalmar também permitiram que LeBron fizesse ume reflexão sobre o seu desempenho nas finais . A média de apenas 17,8 pontos por jogo na série é a mais baixa que o jogador já registrou nos playoffs durante toda a carreira.

“Eu coloco muita pressão sobre mim, para não decepcionar os meus companheiros”, disse o atleta. “Eu não rendi o meu máximo. Isso nos custou o título? Não sei. O que sei é que não estou satisfeito com a minha performance”.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.