Tamanho do texto

Dono do Bobcats foi alertado de que praticar esporte com jogadores da NBA durante o locaute seria infração à regra de não-contato

Getty Images
Michael Jordan participa de partida de golfe
Desde que abandonou as quadras definitivamente, Michael Jordan adotou o golfe como seu principal hobby. No entanto, em tempos de locaute , até mesmo um passatempo se torna um risco em potencial. O dono do Charlotte Bobcats foi alertado pela NBA para não praticar o esporte com atletas em atividade na liga durante a greve.

Estas partidas de golfe seriam uma infração às regras de não-contato impostas pela NBA no período de locaute, que tem causado situações inusitadas nas últimas semanas. Caso seja flagrado dando umas tacadas com qualquer jogador da liga, o ex-atleta pode ser multado em US$ 1 milhão (quase R$ 1,6 milhão).

Agora, Jordan vive um dilema. Ele é presença confirmada no “American Century Classic”, um torneio de golfe com celebridades, mas deverá ter a companhia de atletas da NBA no evento. Desta forma, se entrar em campo, estaria praticamente se condenando a pagar a multa.

Segundo o jornal “Marca”, o ala-armador Ray Allen (Boston Celtics) e os armadores Jason Kidd (Dallas Mavericks) e Deron Williams (New Jersey Nets e Besiktas, da Turquia ) serão alguns dos participantes do torneio.

Jordan não é o único a encarar o problema. O treinador do Los Angeles Clippers, Vinny Del Negro, também é convidado do evento e está submetido às mesmas punições que o ex-atleta caso decida entrar em campo com os jogadores.

O locaute foi decretado no primeiro dia de julho e apenas nesta sexta-feira, 15 dias após o início das paralisações, a NBA e associação dos atletas voltarão a entrar em contato para reabrir as negociações sobre o novo acordo coletivo de trabalho.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.