Tamanho do texto

Destaque do jogo foi o armador Mike Conley, que anotou 26 pontos e deu 11 assistências. Também em casa, Utah bateu Charlotte

O Orlando Magic visitou o Memphis Grizzlies nesta segunda-feira e, apesar de mais uma grande exibição do pivô Dwight Howard, foi derrotado por 100 a 97.

Howard teve sucesso em dez dos 14 arremessos de quadra que arriscou e marcou 25 pontos. Pegou ainda 14 rebotes, deu dois tocos e roubou duas bolas. Mas, por outro lado, cometeu sete desperdícios ofensivos.

Cinco outros atletas do Magic atingiram os dois dígitos na pontuação. O principal deles foi o ala Jason Richardson, que fez 18.

O Memphis contou com ótimo desempenho de Mike Conley para chegar à vitória. Com 26 pontos e 11 assistências, o armador teve participação em praticamente metade dos 100 pontos que a equipe fez no jogo. O pivô Marc Gasol colaborou com 19 pontos e oito rebotes. Já o ala-pivô Zach Randolph, eleito o melhor jogador da Conferência Oeste da semana, somou dez pontos e nove rebotes.

A boa pontaria foi a chave para a vitória Grizzlies, que teve 53% de aproveitamento nos arremessos. Além disso, o time local marcou 22 pontos provenientes dos 19 desperdícios do ataque adversário.

Mike Conley tenta infiltração no meio dos defensores do Orlando Magic
AP
Mike Conley tenta infiltração no meio dos defensores do Orlando Magic

Contudo, quem mostrou que estava com a mão quente no começo do jogo foram os jogadores do Orlando, que acertaram dez dos 11 primeiros chutes que arriscaram no duelo. Melhor em quadra, a equipe da Flórida terminou o primeiro tempo com quatro pontos de vantagem (58 a 54).

Mas o Memphis voltou dos vestiários bem mais ligado na partida, determinado a reverter a situação desfavorável. E conseguiu: graças à forte defesa aplicada sobre o rival e ao bom ritmo do seu ataque, marcou o dobro de pontos do Magic no terceiro quarto (32 a 16) e encerrou o período ganhando por 86 a 74.

Quem demonstrou força defensiva no último quarto foi o Orlando, limitando os mandantes a apenas 14 pontos. Desta maneira, conseguiu voltar a equilibrar as ações.

Perdendo por três pontos (100 a 97) com cinco segundos para o desfecho do confronto, o Magic tinha a posse de bola e teve a chance de empatar o jogo. Mas o arremesso de três de Richardson no estouro do cronômetro não caiu e acabou definindo o resultado em favor do time da casa, que chegou à sua terceira vitória seguida.

Utah bate Charlotte

Mesmo sem poder contar com seu principal jogador, o armador Deron Williams, o Utah Jazz levou a melhor sobre o Charlotte Bobcats dentro de casa por 83 a 78.

O pivô Al Jefferson (21 pontos e 11 rebotes), o ala-pivô Paul Millsap (14 pontos e 12 rebotes) e o ala Andrei Kirilenko (13 pontos e 11 rebotes) fizeram “double-double” e compensaram a ausência de Williams para o Utah.

O ala-armador Stephen Jackson foi o cestinha da partida com 24 pontos e pegou ainda oito rebotes, mas não conseguiu evitar a derrota do Charlotte. Quem também apareceu bem pelos visitantes foi o armador D.J. Augustin, que somou 20 pontos, oito rebotes e sete assistências.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.