Tamanho do texto

Gloria James, segundo a polícia, agrediu funcionário de um hotel em Miami. Exalava forte odor de bebida e tinha os olhos vermelhos

Gloria James, mãe do jogador LeBron James, foi presa na madrugada desta quinta-feira. Ela esperava o carro no estacionamento do Fontainebleu Hotel e agrediu o funcionário do “valet” porque, segundo ela, ele demorou para trazer o veículo.

Segundo a polícia, Gloria exalava um forte odor de álcool e seus olhos estavam avermelhados. Ainda de acordo com a polícia, algumas pessoas testemunharam a agressão. A prisão de Gloria ocorreu à 4h47 desta quinta-feira.

Graças a Steve Stowe, dirigente do Miami Heat, Gloria foi liberada. Mas ela teve que assinar um termo de comparecimento à delegacia para prestar mais esclarecimentos sobre o caso.

“Isso é uma coisa que te toca muito porque é sua mãe”, disse LeBron James depois do treino desta quinta-feira. “Meus amigos estão me ajudando e a ela também”, completou o craque do Heat, que afirmou estar em casa quando do momento da prisão.

LeBron afirmou ainda que “a vida segue, e eu não posso deixar que essas coisas afetem o meu trabalho. Isso é uma questão pessoal que está sendo cuidada. Mas minha mãe está bem”.

Gloria já tinha sido detida em 2006, em Akron (Ohio), onde James nasceu, sob a acusação de dirigir embriagada. Acabou condenada.

nullNos playoffs de 2008, Gloria quase invadiu a quadra da Quicken Loans Arena para tirar satisfações com o ala Paul Pierce, do Boston Celtics, que deu uma entrada dura em LeBron. Por conta disso, levou uma bronca do filho (veja vídeo ao lado) .

No dia seguinte ao jogo, Pierce, um dos capitães do Celtics, afirmou que não estava contrariado com o ocorrido. Disse também que entendia o comportamento da mãe de LeBron.

Gloria tinha apenas 16 anos quando LeBron nasceu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.