Tamanho do texto

Eliminado pelo Dallas no último domingo, jogador teve média de apenas 44,% de acerto nos arremessos na fase decisiva da NBA

Kobe esteve abaixo de sua média nos playoffs
Getty Images
Kobe esteve abaixo de sua média nos playoffs
Uma das explicações para a queda do Los Angeles Lakers na NBA pode ser o desempenho abaixo da média de Kobe Bryant. O principal astro do time californiano teve o seu pior aproveitamento em arremessos em partidas de playoffs desde 2004.

O Lakers foi facilmente dominado pelo Dallas Mavericks na série semifinal da Conferência Oeste. Com a derrota do último domingo por 122 a 86 diante do rival texano, o time de Los Angeles foi "varrido" no confronto melhor de sete jogos ao ser eliminado por 4 a 0.

No duelo derradeiro, Kobe pouco conseguiu para ajudar sua equipe. O jogador anotou apenas 17 pontos na partida. No segundo tempo da partida em Dallas, Bryant anotou apenas dois e foram através de lances livres. O jogador acertou apenas sete dos 18 arremessos que tentou (38,8%).

Com o desempenho, Kobe fechou os playoffs desta temporada com aproveitamento de 44,6% de acerto nos arremessos. A média é a pior do jogador desde 2004. Na ocasião, Bryant teve 41,3%. No período entre essas marcas, o astro chegou a registrar 49% em 2006 e 48% em 2008.

Com a pontaria não tão certeira, Kobe teve a sua pior média de pontos nos playoffs nos últimos 11 anos. Nos dez jogos que fez na fase decisiva deste campeonato, Bryante registrou 22,8 pontos por partida. Desde 2000 quando marcou 21,1, o jogador não apresentava um desempenho tão negativo.

Outra explicação pode ser os problemas físicos que limitaram o atleta. Aos 32 anos e com lesões no tornozelo e joelho além de uma proteção no indicador da mão direita, Kobe teve média de 35 minutos por jogo. Foi a primeira vez desde 2000 que o jogador teve média inferior a 40 minutos nos playoffs.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.