Heat derrota Mavericks em Dallas e recupera mando de quadra

Com defesa forte e comandado por Dwayne Wade, Miami vence por 88 a 86 e abre 2 a 1 no confronto que decide o título da NBA

iG São Paulo | 05/06/2011 23:58

Compartilhar:

O Miami Heat foi até o Texas e recuperou a vantagem de mando de quadra perdida na segunda partida da final ao bater o Dallas Mavericks por 88 a 86. Com o triunfo, o time da Flórida abre 2 a 1 na série decisiva da temporada e volta a ter a vantagem de decidir o título em seus domínios.

O líder do Heat foi Dwyane Wade, que anotou 29 pontos e pegou 11 rebotes. O ala-armador ainda marcou sete dos nove últimos pontos do Miami na partida. O ala-pivô Chris Bosh saiu de quadra com 18 pontos. O ala LeBron James contribuiu com 17 pontos e nove assistências.

Saindo do banco, o armador Mario Chalmers fez 12 dos 19 pontos somados pelos reservas visitantes e quatro das oito bolas de três pontos convertidas pela equipe.

Apesar da derrota, o Mavericks teve o cestinha da partida: o ala-pivô Dirk Nowitzki com 34 pontos. O alemão ainda pegou 11 rebotes. O ala-armador Jason Terry fez 15 pontos e o ala Shawn Marion, 10.

Este jogo marcou uma situação diferente na rotina do Dallas nestes playoffs: embora seus reservas tenham marcado seis pontos a mais do que os do adversário, o time acabou sendo derrotado.

O jogo

O primeiro quarto de partida foi dominado pelos ataques. Acertando mais de 50% dos seus arremessos, as equipes se alternaram na liderança com vantagens de uma posse de bola pela maior parte do período. Nos último minuto, porém, uma sequência de sete pontos sem resposta deu ao Heat a dianteira por 29 a 22.

A série de cestas do Miami foi finalizada com uma bola do meio de quadra do armador reserva Mario Chalmers faltando três décimos de segundo para o estouro do cronômetro.

O início do segundo quarto continuou com domínio dos visitantes que, anotando duas cestas seguidas, expandiram a diferença para dígitos duplos. Depois de dar brecha para uma rápida reação do Mavericks, o Heat começaria uma nova arrancada.

Faltando três minutos para o fim do período, a equipe da Flórida alcançou sua maior vantagem no jogo, 14 pontos, após dois lances livres convertidos por LeBron (45 a 31). Mas, em seguida, dariam mais uma chance de recuperação ao adversário, que converteu 11 dos últimos 13 pontos e foi para o intervalo perdendo por 47 a 42.

Rigorosamente empatados com 21 rebotes e seis desperdícios de bola, a diferença no marcador entre os dois times vinha de um melhor aproveitamento nos arremessos de quadra – 41,5% de acerto para o Miami contra 38,9% do Dallas. Wade era o cestinha da partida com 19 pontos.

Como no segundo quarto, o Heat voltou dos vestiários anotando os oito primeiros pontos e elevando o placar para 55 a 42. A resposta do time da casa foi imediata e recolocou o equilíbrio de uma vez por todas na partida: marcando 17 dos próximos 20 pontos, o Mavericks passaria a frente no placar pela primeira vez desde o final do primeiro quarto, com 59 a 58.

Com duas bolas de três pontos seguidas, os visitantes voltariam a tomar a liderança, mas não conseguiriam mais abrir grande diferença. Ao fim do terceiro período, o Heat liderava por 67 a 64.

Depois de deixar o Miami se desgarrar um pouco na primeira metade do último quarto, o Dallas entregou suas chances de vitória nas mãos do líder Nowitzki. Com dez pontos seguidos do ala-pivô, a equipe da casa voltou a empatar o confronto, em 84 pontos, faltando pouco mais de dois minutos para o fim.

Pelo Heat, era Wade quem chamava a responsabilidade. Marcando sete pontos seguidos, o ala-armador trocava cesta com Nowitzki caminhando para o último minuto de partida. Porém, não coube a nenhum dos dois a cesta decisiva do jogo.

Com pouco menos de 40 segundos para o final, o criticado Bosh, que havia feito 16 pontos em 17 arremessos até então, recebeu um passe de LeBron e converteu a tentativa que colocou o Heat dois pontos a frente (88 a 86).

Nowitzki teve duas oportunidades de empatar a partida. Na primeira, bem marcado, deu um passe errado. Depois, com quatro segundos no relógio, tentou um arremesso da cabeça do garrafão que não entrou. Os erros sacramentaram a derrota em casa e acabaram com as chances do Mavericks ser campeão em seus domínios.

A equipe da casa venceu a briga pelos rebotes por 42 a 36 e acertou 10 lances livres a mais do que o adversário. No entanto, os números que desequilibraram levemente o jogo em favor do Heat foram os 10 desperdícios de bola (quatro a menos do que o oponente) e os 43,6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, quase quatro pontos percentuais melhor do que o Dallas.

A quarta partida da série acontece na próxima terça-feira, novamente no Texas

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo