Tamanho do texto

Time brasileiro conseguiu segurar a reação do Centauros de Aspure, da Venezuela, com um double-double do jogador da seleção

Após ajudar a seleção brasileira a voltar aos Jogos Olímpicos depois de 16 anos, o ala/pivô Guilherme Giovanonni levou o seu time, o CEUB/BRB/Brasília, ao primeiro triunfo na Liga Sul-Americana de basquete. Os candangos desbancaram, nesta quinta-feira, o Centauros de Aspure, da Venezuela, por 71 a 70 (36 a 28 no primeiro tempo).

O placar foi apertado (os rivais esboçaram uma reação no último período), mas o time nacional controlou o placar na maior parte do tempo. Isso muito graças à atuação de Giovanonni, que terminou o confronto com um double-double, decorrente de 13 pontos e 13 rebotes. Outro selecionável que desequilibrou foi Alex, que contabilizou 23 pontos e terminou como o cestinha.

Na rodada seguinte, o atual bicampeão no NBB terá pela frente o Club Amistad, da Bolívia. O embate será na sexta-feira, às 19h (de Brasília). O outro integrante do Grupo B é o Club Malvín, do Uruguai, onde os jogos estão sendo realizados.

Pinheiros já garantiu vaga no hexagonal final
O Brasil já tem um representante na fase seguinte do certame continental. No começo do mês, o Pinheiros avançou após ficar em segundo na Chave A, atrás apenas dos argentinos do Obras Sanitárias.

A última equipe nacional é o Flamengo, que está no Grupo C e ainda não estreou. Os adversários do Rubro-Negro serão Atenas de Córdoba (Argentina) e UTE, da Colômbia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.