Tamanho do texto

Com Leandrinho em quadra, equipe levou a virada do Atenas de Córdoba no último quarto na Liga Sul-Americana

O Flamengo dominou a maior parte do confronto com o Atenas de Córdoba na noite de sábado, mas sofreu um apagão no último quarto e permitiu a virada dos donos da casa por 83 a 74. Diante da derrota, o time brasileiro, com Leandrinho em quadra, preferiu valorizar a classificação para o hexagonal final da Liga Sul-americana.

"O Atenas pressionou muito e, no último quarto, se aproveitou de um momento de falta de atenção do Flamengo para vencer. Mas o importante é que alcançamos nosso objetivo e conseguimos a classificação", afirmou o ala/pivô Kammerichs, membro da seleção argentina.

O Flamengo avançou à próxima fase da competição internacional como segundo colocado do Grupo C. O time rubro-negro venceu o equatoriano UTE e o Boston College, do Chile, mas terminou atrás do Atenas, que também ganhou dois jogos, mas levou vantagem no confronto direto, primeiro critério de desempate.

No primeiro quarto, o Flamengo fechou em 22/18. Na parcial seguinte, com uma cesta de três de Marcelinho, o Rubro-Negro chegou a abrir oito pontos (31/23). O Atenas encostou (30/31), mas não chegou a passar à frente e os brasileiros foram para o intervalo ganhando por 39/36.

O Atenas chegou ao empate pela primeira vez a dois minutos do fim do terceiro quarto (56/56). Mas Jackson acertou um arremesso de três pontos e o Flamengo voltou a abrir (61/56) para em seguida fechar em 65/60. Na última parcial, no entanto, os argentinos aproveitaram a passividade dos brasileiros para virar a partida.

Responsável por 25 pontos, Marcelinho foi o cestinha do confronto. Já Kammerichs se destacou ao estabelecer um double-double de de 14 pontos e 10 rebotes. O astro Leandrinho, contratado durante o locaute da NBA, terminou com os mesmos 14 tentos anotados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.