Tamanho do texto

Pistons conta com bandeja de Will Bynum e grande atuação de Tayshaun Prince para virar o jogo no tempo extra

O Detroit Pistons recebeu o New Orleans Hornets neste domingo e venceu na prorrogação por 111 a 108. O Pistons conseguiu uma grande recuperação após estar dez pontos atrás no placar.

Tayshaun Prince encara marcação de David West durante vitória do Pistons
AP
Tayshaun Prince encara marcação de David West durante vitória do Pistons
O time da casa jogou bastante desfalcado: Richard Hamilton fora com indisposição estomacal. O armador Rodney Stuckey também não jogou com uma lesão no dedão. Essas ausências deram a oportunidade para Tracy Mcgrady começar jogando pela segunda vez na temporada. Mas T-Mac, como é conhecido, não voltou do intervalo com dores na virilha.

Tayshaun Prince foi o destaque dos mandantes acertou 12 de 16 arremessos, equivalente a 75% de aproveitamento e terminou o jogo com 28 pontos. O ala também apanhou 12 rebotes, oito pontos e ainda deu três tocos. Will Bynum, que decidiu o jogo em uma bandeja, saiu do banco para acertar 80% dos arremessos (oito de dez), marcar 21 pontos e servir seis vezes para a cesta. Ben Gordon contribuiu com 25 pontos e Charlie Villanueva com 17.

Pelo Hornets, David West foi o cestinha da partida com 32 pontos. O ala-pivô ainda pegou nove pontos. Já Chris Paul, que teve um chute bloqueado no último segundo do quarto período, fez 23 pontos e pegou dez rebotes. Emeka Okafor anotou outros 13 pontos e 12 rebotes.

Esta foi apenas a terceira vitória do Detroit nos últimos dez jogos. O New Orleans perdeu a oitava fora de casa, mas já tem 16 vitórias na temporada, no entanto, 11 delas jogando em Nova Orleans.

Os anfitriões começaram bem o jogo anotando os seis primeiros pontos, mas rapidamente o Hornets equilibrou o confronto, que terminou empatado em 20 pontos no primeiro período. O segundo quarto, no entanto, foi um passeio dos visitantes. Com grande atuação de David West, que fez seis pontos, pegou dois rebotes e recuperou uma bola nos cinco minutos finais do primeiro tempo, o New Orleans abriu dez pontos de vantagem antes do intervalo: 51 a 41.

O Pistons voltou do intervalo disposto a correr atrás do marcador. Com o apoio dos mais de 16 mil torcedores e as duas cestas de três marcadas em sequência por Gordon, o Detroit diminuiu a diferença para apenas seis pontos no terceiro quarto: 78 a 72.

No último período a diferença sumiu rapidamente e as equipes disputaram ponto a ponto até o fim. Com apenas 24 segundos no relógio o placar marcava 100 a 97 para o Hornets, mas Gordon acertou outra cesta de três e empatou o confronto. Prince bloqueou a bandeja de Chris Paul no último lance e garantiu a prorrogação.

A torcida ficou inflamada no tempo extra e levou o Pistons a marcar os primeiros cinco pontos. Os visitantes se recuperaram e viraram o jogo a 15 segundos do fim: 108 a 107. Foi então que Bynum decidiu a partida: fez a bandeja e sofreu a falta com apenas sete segundos no cronômetro. No entanto, errou o lance livre.

Nos cinco segundos finais o New Orleans tentou a virada, mas o passe de Trevor Ariza para o garrafão foi interceptado por Jason Maxiell. Com a bola recuperada, Maxiell enterrou e garantiu a vitória.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.