Tamanho do texto

Após dois anos sem sucesso e fora dos playoffs, franquia toma decisão de mudar a comissão técnica

Kuester foi demitido do Pistons
Getty Images
Kuester foi demitido do Pistons
O Detroit Pistons terá uma mudança importante em sua comissão técnica para a próxima temporada. Após dois campeonatos sem sucesso, a franquia optou por demitir o treinador John Kuester na tarde deste domingo.

A decisão de demitir Kuester do comando técnico da equipe indica uma mudança nos rumos da franquia. Há quatro dias, a NBA autorizou a compra de Pistons por Tom Gores. Karen Davidson era a proprietária anterior.

"Decisões como esta são muito difíceis de tomar", disse Joe Dumars, presidente do Pistons. "Eu quero agradecer a John (Kuester) pelo seu trabalho árduo e dedicação à franquia nestes últimos dois anos. Contudo, decidimos fazer uma mudança".

Kuester foi contratado em 2009 após dois anos como assistente técnico do Cleveland Cavaliers. O treinador não conseguiu fazer o Detroit retornar aos playoffs. Na temporada passada ele ficou em 12º lugar na Conferência Leste. No atual campeonato foi o 11º.

Em suas duas temporadas, Kuester teve retrospecto negativo. O treinador conquistou apenas 57 vitórias. No período em que ele esteve no comando, a equipe foi derrotada 107 vezes.

No entanto, o ponto mais negativo da trajetória de Kuester, foi a punição aos jogadores que faltaram a um treino. N a partida em que o Detroit foi superado pelo Philadelphia 76ers no dia 26 de fevereiro, apenas seis jogadores foram utilizados.

Fora do Detroit, Kuester pode ficar pouco tempo sem emprego. Ex-companheiro de Mike Brown no Cleveland, o treinador é cotado para fazer parte da comissão técnica do novo comandante do Los Angeles Lakers.