Brasil massacra Argentina e se classifica para Londres-2012

Comandada por Ênio Vecchi, seleção feminina não teve qualquer dificuldade e bateu rivais com 41 pontos de vantagem

Gazeta Press | 01/10/2011 23:58

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Foto: AFP Ampliar

Patrícia comemora depois de marcar ponto na final contra a Argentina

Com extrema facilidade, o Brasil venceu a Argentina por 74 a 33 na final do Pré-Olímpico de Neiva, na Colômbia. Além de conquistar o título de maneira invicta na noite deste sábado, a eleção comandada pelo técnico Ênio Vecchi garantiu a classificação para as Olimpíadas de Londres-2012.

Veja a relação atualizada de atletas brasileiros já classificados para as Olimpíadas de Londres

Desta forma, o Brasil terá sua duas seleções na Inglaterra, uma vez que a equipe masculina já havia se classificado com o vice-campeonato no Pré-Olímpico de Mar del Plata, diante da Argentina. Diferente dos homens, que participaram dos Jogos pela última vez em Atlanta-1996, as mulheres marcam presença desde Barcelona-1992.

Se o técnico Ruben Magnano não contou com Nenê (Denver Nuggets) e Leandrinho (Toronto Raptors) no Pré-Olímpico, Ênio Vecchi teve o desfalque de Iziane que, diferente de Érika, sua companheira no Atlanta Dream, preferiu priorizar a disputa da WNBA.

Sob o comando de Paulo Bassul, a seleção feminina fracassou nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 e terminou no penúltimo lugar, superando apenas Mali. Sucessor do espanhol Carlos Colinas, que naufragou no Mundial da República-Tcheca-2010, Ênio Vecchi vive sua primeira experiência no basquete feminino.

Leia também: Em entrevista exclusiva ao iG, Ênio Vecchi se dizia preparado para o Pré-Olímpico

O Pré-Olímpico de Neiva classificou apenas a Seleção Brasileira para os Jogos de Londres-2012. A Argentina, que chegou à decisão invicta e nunca foi para as Olimpíadas, segue para a seletiva mundial ao lado de Cuba e Canadá. O torneio oferece mais cinco vagas na Inglaterra.

Na Colômbia, o Brasil foi campeão de um Pré-Olímpico pela segunda vez na história, já que também triunfou em 2003, no México. Com a vitória deste sábado, a Seleção totaliza 23 partidas de invencibilidade em torneios continentais com a chancela da Federação Internacional de Basquete (FIBA) - o último revés foi em 2007.

Foto: AFP

Grande destaque brasileiro no Pré-Olímpico, Adrianinha tenta passar pela marcação argentina na final do Pré-Olímpico

O rival deste sábado é um verdadeiro saco de pancadas do Brasil no basquete feminino. Em 43 partidas oficiais entre as duas seleções, a Argentina tem apenas uma vitória, no Sul-Americano de 1950, realizado em Lima. Na Colômbia, a seleção aumentou sua vantagem com tranqüilidade.

O Brasil não foi ameaçado em nenhum momento na decisão diante da Argentina. A Seleção entrou em quadra de forma arrasadora e chegou a abrir 13 a 0 no marcador. O primeiro período terminou com uma vantagem de 12 pontos para a equipe de Ênio Vecchi (16 a 4).

Mais do que simplesmente administrar a confortável vantagem, o Brasil aumentou a diferença no marcador no decorrer da partida. Com um triunfo por 17 a 7 na segunda parcial, a Seleção foi para o intervalo com uma vantagem significativa de 22 pontos (33 a 11).

No segundo tempo, diante da diferença expressiva no marcador, a Argentina esmoreceu e as brasileiras aproveitaram. No terceiro quarto, a seleção venceu por contundentes 26 a 8. Durante a última parcial, jogadoras e comissão técnica já sorriam no banco de reservas. As reservas foram utilizadas e o placar terminou em 74 a 33.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo