Tamanho do texto

Diretoria do Pistons já teria demonstrado interesse em prolongar vínculo do ala, que virou agente livre ao final da temporada

As paralisações nas atividades da NBA, decorrentes do locaute , impedem que as equipes façam qualquer tipo de negociação com os jogadores. Se pudesse, o Detroit Pistons provavelmente já teria feito uma oferta para manter o ala Tayshaun Prince no elenco.

Prince está sem contrato desde o dia 1º de julho, mesma data em que o locaute foi decretado. Bill Duffy, agente do jogador, afirmou que chegou a ser procurado pela diretoria do Detroit para tratar da renovação do ala.

Duffy, no entanto, não garante que Prince vai continuar na franquia de Michigan, pois acredita que outras equipes tentarão contratá-lo depois que o acordo coletivo de trabalho for resolvido e, por isso, quer avaliar todas as propostas.

“Se a liga conseguir o que deseja nesta negociação trabalhista, o que nós obviamente somos contra, vai haver um período de perseguição aos agentes livres no qual caras como Tayshaun ainda estarão no topo da ligas das equipes”, afirmou Duffy.

Remanescente do time do Pistons campeão em 2004, Prince teve médias de 14,1 pontos e 4,2 rebotes por partida na temporada 2010/11. O jogador, de 31 anos de idade, jamais vestiu a camisa de outra equipe da NBA ao longo da carreira.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.