Tamanho do texto

No fim de semana das estrelas da NBA, Dinwiddie venceu torneio de habilidades, Booker o de 3 pontos e Mitchell o de enterradas. Veja detalhes

O final de semana das estrelas da NBA começou pegando fogo. Antes do jogo entre os melhores jogadores da liga, que marca a disputa entre os times de LeBron James e Stephen Curry, grandes nomes do esporte participaram de desafios em Los Angeles.

Leia também: Veja guia dos torneios de enterradas, 3 pontos e habilidades da NBA

Donovan Mitchell fazendo enterrada que lhe rendeu nota máxima e o título
DIVULGAÇÃO/NBA
Donovan Mitchell fazendo enterrada que lhe rendeu nota máxima e o título

No Staples Center, estádio histórico dos Lakers, Spencer Dinwiddie foi o primeiro armador da NBA a vencer os pivôs no Desafio de Habilidades . Depois dele, só os calouros saíram vitoriosos. Devin Booker venceu o Torneio de Três Pontos e Donovan Mitchell o de Enterradas .

Desafio de Habilidades

Este foi o terceiro ano que pivôs e armadores se enfrentam na competição. Nos dois anos anteriores, os grandões se levaram a melhor e saíram com o título. Kristaps Porzingis foi o vencedor em 2017 e  Karl-Anthony Towns em 2016.

Mas este ano foi diferente. O armador Spencer Dinwiddie, do Brooklyn Nets, derrotou o pivô Lauri Markkanen, do Chicago Bulls, na final e conquistou o título. Ele conseguiu abrir uma boa vantagem para o advesário após acertar o passe de peito na peimeira tentativa. Com a liderança, ele até pôde errar o primeiro arremesso da linha dos três pontos que conseguiu a vitória.

Leia também: Recorde de Los Angeles e mais: o NBA All-Star 2018 em números

@sdinwiddie_2508 powers through for the #TacoBellSkills W!

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

"Essa é uma das marcas do meu jogo, podendo afetar o jogo de várias maneiras, seja passando, defendendo ou marcando", disse depois do desafio. "Bom, eles não tiveram um desafio de rebote. Acho que neste ou eu não teria ganhado", brincou.

Torneio de 3 pontos

O calouro Devin Booker vem se mostrando um jogador completo na NBA. Capaz de fazer enterradas e acertar lindos arremessos de três pontos, o armador mostrou toda a sua categoria atrás da linha e venceu o torneio. De quebra, ainda quebrou o recorde da competição com 28 pontos.

Ele conquistou a pontuação porque conseguiu acertar 4 dos 5 arremessos da posição que escolheu para que todas as bolas tenham pontuação dobrada. Além disso, acertou todas os arremessos que valiam pontos duplicados das outras estações da quadra.

Assim, acertou 20 das 25 tentatias e derrotou até Klay Thompson, astro dos Warriors, que estava defendendo seu título de 2017 e o recorde da competição. O ala ficou em segundo, com 25 pontos.

@dbook gets HOT to win the #JBL3PT!

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

"Espero que eu possa voltar e ganhar novamente. Quando eu saí da faculdade, eu só fui considerado um atirador, mas agora eu me considero um atirador de elite. Eu tenho muito respeito pelo que o pessoal como Larry Bird e Craig Hodges fizeram neste concurso . Estou feliz que o meu nome pode ser mencionado com esses caras ", declarou após conquistar o título.

Torneio de Enterradas

Diferente das outras duas competições, o torneio de enterradas contavam com apenas quatro nomes. Victor Oladipo era o único que foi chamado para o jogo das estrelas e era considerado favorito. Larry Nance Jr. fazia a sua estreia na competição, mas com um grande peso nas costas. Ele é filho de Larry Nance, vencedor do primeiro desafio de enterradas da história, em 1984. Além deles, dois calouros: Dennis Smith Jr. e Donovan Mitchell.

Oladipo decepcionou os fãs ao errar suas três primeiras tentativas e receber praticamente a nota mínima possível. Assim, não conseguiu a classificação para a final. Larry Nance Jr. e Donovan Mitchell aproveitaram o erro e se classificaram para a final.

Nance Jr. aproveitou a oportunidade na final e chamou o seu pai para a quadra. O pivô recebeu um passe do ex-astro da NBA em uma boa ponte aérea que rendeu uma nota 46. Na sequência, Mitchell lançou a bola na tabela e fez uma cravada com uma das mãos com muita amplitude, levando a torcida ao delírio. Foi a melhor enterrada da noite. Ele recebeu 50 pontos e a vantagem no duelo.

O ala recém adquirido pelos Cavaliers respondeu com muita criatividade. Ele lançou a bola na tabela duas vezes antes de enterrar, a segunda delas no ar. A jogada ousada rendeu mais uma notá máxima e jogou a pressão para o adversário.

🕷 @spidadmitchell captures the 2018 #VerizonDunk title!

Uma publicação compartilhada por NBA (@nba) em

Leia também: New York Knicks na frente: confira as dez franquias mais valiosas da NBA

Então, Mitchell precisava de 47 pontos para ficar com o título. Ele tirou sua camisa e usou o mesmo uniforme que Vince Carter utilizou quando venceu o torneio em 2000. Além disso, o calouro copiou o veterano da NBA e realizou a mesma jogada de 18 anos atrás. A cesta valeu 48 pontos e o título do desafio.

    Leia tudo sobre: NBA