Tamanho do texto

Jogador do Cleveland Cavaliers fez 34 pontos somente no primeiro quarto; Golden State arrasou o Lakers e chegou a maior pontuação em seis anos

Em mais uma noite de rodada da temporada regular da NBA, o Cleveland Cavaliers e o Golden State Warriors fizeram seus deveres de casa e venceram. O primeiro, com atuação histórica de Kevin Love, não deu chances para o Portland Trail Blazers e triunfou por 137 a 125, já o atual vice-campeão arrasou o Los Angeles Lakers, com mais uma noite inspirada de Stephen Curry, por 149 a 106. Outros 11 jogos completaram a rodada.

LEIA MAIS: "Michael Jordan é mais do que apenas um meme", brinca Obama

Na Quicken Loans Arena, o ala-pivô Kevin Love fez simplesmente 34 pontos no primeiro quarto e bateu o recorde do Cavaliers em todos os tempos. Ele converteu oito bolas de três em dez tentativas e terminou a partida com 40 pontos, oito rebotes e três assistências. Love agora detém a segunda melhor marca da NBA, ficando atrás somente de Klay Thompson, que fez 37 pontos no terceiro período da vitória do Golden State diante do San Antonio Spurs no dia 23 de janeiro de 2015.

Kevin Love bateu o recorde do Cleveland Cavaliers ao anotar 34 pontos somente no primeiro quarto
Divulgação/David Liam Kyle/NBA
Kevin Love bateu o recorde do Cleveland Cavaliers ao anotar 34 pontos somente no primeiro quarto

Quem também teve uma noite inspirada, para variar, foi LeBron James. O astro manteve a boa média da temporada e conseguiu o 44º triplo-duplo da carreira, ao terminar a partida com 31 pontos, dez rebotes e 13 assistências. O líder da Conferência Leste agora tem 11 vitórias em 13 jogos disputados. Pelo lado do Blazers, Damian Lillard fez um duplo-duplo, com 40 pontos e 11 assistências, mas não foi suficiente para evitar a quinta derrota nas últimas seis partidas. A franquia agora ocupa a oitava colocação no Oeste.

No jogo mais tarde da rodada (começou 1h30 no horário de Brasília), o Golden State Warriors entrou engasgado diante do Lakers pela derrota sofrida no primeiro encontro entre as franquias californianas. O placar arrasador de 149 a 106 foi o maior que um time conseguiu na temporada regular desde 16 de março de 2010, quando o Phoenis Suns fez 152 pontos sobre o Minnesota Timberwolves. Já o LA não sofria tantos pontos em uma única partida desde a temporada 1967/1968, quando o Philadelphia 76ers fizeram 158.

LEIA MAIS: Guga perde processo no Carf e terá que pagar R$ 7 milhões: "É lamentável"

Fora isso, outro recorde foi batido: o de assistências. Foram 47 feitas pela equipe de Oakland, o mesmo obtido pelo Suns diante do Charlotte Hornets, então time de Dell Curry, pai de Stephen, em 29 de novembro de 1991.

Kevin Durant e Stephen Curry combinaram para 57 pontos em mais uma vitória do Warriors
Divulgação/Noah Graham/NBA
Kevin Durant e Stephen Curry combinaram para 57 pontos em mais uma vitória do Warriors

Stephen Curry foi o principal jogador do Golden State, com 31 pontos, sendo que ele acertou sete bolas de três em 12 tentativas, nove assistências e cinco rebotes. Além dele, Kevin Durant, com 26 pontos, seis rebotes e cinco assistências e Klay Thompson, 26 pontos, dois rebotes e duas assistências, fizeram o que é esperado do poderoso trio.

Quem voltou a figurar na quadra da Oracle Arena foi o brasileiro Anderson Varejão, que jogou por nove minutos e fez seis pontos, deu duas assistências e pegou dois rebotes. Esta foi a nona vitória seguida do Warriors, que agora tem 13 em 15 jogos. O time segue na cola do líder da Conferência Oeste, Los Angeles Clippers (14-2). Já pelo lado do Lakers, que sentiu a falta de D'Angelo Russel, lesionado, os principais pontuadores foram Brandon Ingram, Lou Williams e Jordan Clarkson, 16 cada. Marcelinho Huertas ficou 12 minutos em quadra, fez quatro pontos, deu três assistências e um rebote. A franquia tem agora uma campanha com oito vitórias e oito derrotas e a oitava posição no Oeste.

Outros jogos

O Los Angeles Clippers, melhor equipe da temporada, derrotou o Dallas Mavericks por 124 a 104. O cestinha foi Austin  Rivers, que fez 22 pontos após começar a partida no banco. Marreese Paieght chegou ao um duplo-duplo com 16 pontos e 12 rebotes, já Chris Paul fez 18 pontos e DeAndre Jordan, 16. Já o Mavericks, pior time do Oeste, perdeu a 12ª partida em 14 jogos. Harrison Barnes fez 22 pontos e foi o principal pontuador.

Quem também venceu e segue na cola dos melhores do Leste foi o Toronto Raptors. A equipe visitou o Houston Rockets e triunfou por 115 a 102. DeMar DeRozan, com 24 pontos, foi o destaque da equipe canadense. Mesmo derrotado, James Harden foi o cestinha da partida com 29 pontos, já Nenê Hilário, em cinco minutos, fez dois pontos e pegou um rebote.

LEIA MAIS: Entenda o caso Neymar: brasileiro pode realmente ir para a cadeia?

O Sacramento Kings venceu o Oklahoma City Thunder, no Golden 1 Center, por 116 a 101, em noite inspirada de DeMarcus Cousins, que chegou a um duplo-duplo com 36 pontos e 13 rebotes. Russell Westbrook, em mais uma noite inspirada, também conseguiu dois digitos em duas funções diferentes: com 31 pontos e 11 rebotes.

Confira todos os resultados da noite

Cleveland Cavaliers 137 x 125 Portland Trail Blazers

Charlotte Hornets 114 x 119 San Antonio Spurs

Orlando Magic 87 x 92 Phoenix Suns

Indiana Pacers 85 x 96 Atlanta Hawks

Philadelphia 76ers 99 x 104 Memphis Grizzlies

Brooklyn Nets 92 x 111 Boston Celtics

Detroit Pistons 107 x 84 Miami Heat

Houston Rockets 102 x 115 Toronto Raptors

Utah Jazz 108 x 83 Denver Nuggets

Dallas Mavericks 104 x 124 Los Angeles Clippers

New Orleans Pelicans 117 x 97 Minnesota Timberwolves

Golden State Warriors 149 x 106 Los Angeles Lakers

Sacramento Kings 116 x 101 Oklahoma City Thunder

O Cleveland Cavaliers de Kevin Love e LeBron James defendem a liderança do Leste diante do Mavericks, neste sexta-feira, em casa. Com uma vitória pra cada lado na temporada, Golden State Warriors e Los Angeles Lakers voltam a se enfrentar também na sexta, no Staples Center. Já o Clippers enfrenta o Detroit Pistons, no mesmo dia, fora de casa.

    Leia tudo sobre: nba

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.