Tamanho do texto

Desde 1996 um time da cidade não levava o título do torneio estadual

O Mogi das Cruzes/Helbor levou o título do Campeonato Paulista de basquete após uma bela vitória de virada por 69 a 61 sobre o Bauru, no segundo jogo da série melhor de três, fazendo 2 a 0 no confronto e levantando a taça. Jogando em Bauru, no primeiro jogo, o time de Mogi venceu por 76 a 73.

E mais:  Pesquisa mostra que Brasil tem apenas um centro de excelência esportiva

E um tabu de 20 anos foi quebrado, já que desde 1996 um time de basquete da cidade não conquistava o Paulista . O secretário de esporte da cidade, Nilo Guimarães, acredita que a conquista coroa o retorno do basquete no local. "Nós perdemos um título dentro de casa no ano passado, mas isso cresce e amadurece o grupo. Vencemos uma equipe fortíssima agora, que é o Bauru, e demos apenas início a um projeto que é bem estruturado, coroando todo a nossa história".

Mogi das Cruzes é o campeão paulista de basquete em 2016
Antonio Penedo/Mogi-Helbor
Mogi das Cruzes é o campeão paulista de basquete em 2016

Para o técnico Guerrinha, o seu time se dedicou ao máximo no torneio e colheu os frutos. "Mogi das Cruzes se dedicou e levou o estadual todo como prioridade. Trabalhamos forte, usamos a base boa que já existia, colocamos a parte tática que a gente acha que poderia acrescentar e, principalmente, o time jogou sempre com o coração", disse.

O capitão Guilherme Filipin ficou sem palavras para expressar o sentimento de vitória ao final do duelo. "Não tenho o que dizer. É só comemorar e agradecer. Não foi fácil chegar até aqui, mas todos nós merecíamos isso, não só os jogadores, mas a torcida maravilhosa que temos aqui na cidade", avaliou.

Confira:  Sheilla anuncia aposentadoria da seleção de vôlei após eliminação

"Não tem coisa melhor. Diante da nossa torcida, as pessoas que vieram até aqui para nos prestigiar e mesmo aquelas que não conseguiram ingresso mas assistiram de casa. Isso é para eles! Eu jogo para deixar as outras pessoas felizes”, completou o MPV das finais, o craque norte-americano Shamell Stallworth.

O jogo

A partida em si foi bastante dura, como esperado, com os bauruenses dominando o placar durante os três primeiros quartos, mas com o time de Guerrinha se impondo em quadra no último período, aproveitando o apoio em massa da torcida que superlotou o Ginásio Hugo Ramos. O elenco fechou a competição invicto como mandante e com apenas três jogos perdidos no total. Nos playoffs do Paulista, o Mogi das Cruzes/Helbor fechou todas as séries em 2 a 0.

O maior pontuador do lado mogiano ficou por conta do ala Shamell Stallworth, que anotou um duplo-duplo com 19 pontos convertidos e 11 rebotes. Depois dele, o capitão Guilherme Filipin, com 14 pontos, o armador Larry Taylor e o pivô Caio Torres, ambos com 10 pontos.

Sexo e briga na Vila Olímpica:  dupla dos saltos ornamentais vai se separar

O Mogi das Cruzes fechou o primeiro tempo perdendo de 29 a 28, com placar parcial de 19 a 12 para o Bauru no primeiro quarto e 16 a 10 no segundo quarto. No terceiro, tudo empatado em 18 pontos para cada lado e decisão levada para o período final, para testar o coração dos torcedores. No final do período, boa vantagem dos donos da casa no placar parcial (23 a 14), garantindo o caneco do Campeonato Paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.