Tamanho do texto

Metta World Peace, que jogou com Lamar Odom no Los Angeles Lakers, revelou que sente ódio da família Kardashian por permitir que o ex-pivô seguisse o caminho das drogas

Ex-companheiros de Lamar Odom, Kobe Bryant e Metta World Peace tentaram ajudar o ex-pivô
Ronald Martinez/Getty Images
Ex-companheiros de Lamar Odom, Kobe Bryant e Metta World Peace tentaram ajudar o ex-pivô

O ala do Los Angeles Lakers, Metta World Peace, revelou em entrevista que ele e Kobe Bryant, seu companheiro de Lakers, ficaram furiosos ao saber que Lamar Odom foi encontrado inconsciente em um bordel na região de Las Vegas, após overdose de cocaína e estimulantes sexuais, no dia 13 de outubro.  O trio jogou junto em Los Angeles entre os anos de 2009 e 2011.

Em depoimento dado a VladTV e reproduzido pelo site de entretenimento americano TMZ, o ala revelou que ao receberem a notícia do incidente com o ex-pivô, a quem os dois consideram como um irmão, a reação dos jogadores do Lakers, que estavam na cidade para disputa de partidas de pré-temporada com o clube de Los Angeles, foi de raiva.

Leia:  Jornal divulga primeiras fotos de Lamar Odom durante estadia em bordel

"Quando recebemos a notícia (do ocorrido com Lamar Odom) Kobe ficou furioso e eu comecei a chorar. Com o tempo, minhas lagrimas também se transformaram em raiva", disse o ala. Ao saber do ocorrido, Kobe Bryant abandonou o local onde o time treinava e foi visitar o amigo.

O jogador contou ainda que ele e Kobe tentaram por diversas vezes ajudar o ex-colega a mudar seu caminho para evitar que ele sofresse com o vício. Metta World Peace disse ainda que sente ódio de todos que permitiram que o ex-jogador continuasse a destruir sua vida, incluindo a família da ex-esposa de Lamar, Khloe Kardashian.

"Eu e o Kobe tentamos muitas vezes convencer Lamar a sair dessa antes de atingir o ponto que chegou", disse o jogador, "Eu tive ódio de todo mundo...senti ódio das Kardashians, mesmo antes de saber do ocorrido. Naquele momento senti ódio de cada amigo dele em Los Angeles...de cada familiar!", completou.

Mais: "Ele está vivo e era tudo o que eu queria", diz ex-mulher sobre Lamar Odom

De acordo com a entrevista, Metta World Peace envia mensagens diárias ao ex-pivô, mas ainda não obteve resposta. "Eu só quero que ele saiba que estou ao lado dele para o que precisar!", afirmou.

Lamar Odom iniciou sua carreira na NBA pelos Los Angeles Clippers, passando por Miami Heat e Lakers, pelo qual ganhou seus dois títulos do torneio. Depois passou pelo Dallas Mavericks antes de voltar ao Clippers, pelo qual, em 2013, realizou sua última partida na NBA. Chegou a assinar com o New York Knicks, mas acabou dispensado por indisciplina. Pela seleção, o jogador ganhou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004 e foi campeão mundial em 2010.

Antes da overdose, o jogador passou por outras polêmicas. Em 2013 teve que ser internado em um centro de reabilitação para curar seus problemas de dependência ao álcool e às drogas. Antes de sua internação, Odom foi detido por dirigir alcoolizado e teve sua habilitação suspensa por um ano.

Confira a entrevista completa de Metta World Peace a VladTV (em inglês):

Veja fotos de Lamar Odom e Khloe Kardashian:


    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.