Tamanho do texto

Times que aderirem ao formato de competição proposto pela Federação Internacional vão repartir 30 milhões de euros

Nocioni, do Real Madrid, sobe para arremessar contra Bauru, pelo Intercontinental
José Jiménez Tirado/FIBA Americas
Nocioni, do Real Madrid, sobe para arremessar contra Bauru, pelo Intercontinental

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) propôs nesta terça-feira aos clubes europeus a criação da Liga dos Campeões, que já seria realizada a partir da temporada 2016/2017, conforme comunicado divulgado pela entidade após encontro realizado na cidade de Messe, na Suíça.

"A reunião representa um passo importante para conseguir a unidade no basquete europeu de clubes, com espírito positivo e objetivo claro de todas as partes, de trabalhar juntos pelo crescimento do esporte, deixando para trás 15 anos de relações tensas".

A FIBA organizou o torneio até 2001, até a criação da Euroleague Basketball Company. Agora, a entidade internacional ofereceu aos principais clubes, que se associem à nova liga, que terá propriedade, administração e direção compartilhada em partes iguais.

Os times que entrassem na disputa da Liga dos Campeões teriam a garantia de 30 milhões de euros (R$ 125,1 milhões) para repartir por temporada, além de direito a participar da decisão sobre assuntos relacionados à disputa do torneio.

Leia mais: Andrés Nocioni, o argentino que todos amam odiar, conquista o Real Madrid

A FIBA, conforme explica comunicado, ainda ofereceu um plano de transição da atual Euroliga para a nova competição.

Participaram do encontro o secretário-geral da federação internacional, Patrick Baumann, o diretor-executivo da Euroliga, Jordi Bertomeu, os representantes das federações de Espanha, Itália, Grécia e Turquia, e também de Real Madrid, Fenerbahçe, Maccabi Tel Aviv e Olympiacos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas