Tamanho do texto

Aos 55 anos, David Blatt chega para dirigir LeBron James e companhia credenciado pelo título europeu da última temporada

David Blatt chega ao Cleveland credenciado pelo título da última Euroliga pelo Maccabi Tel Aviv
Alexandre Loureiro/ Inovafoto
David Blatt chega ao Cleveland credenciado pelo título da última Euroliga pelo Maccabi Tel Aviv

As novidades do elenco do Cleveland Cavaliers para a temporada 2014/15 da NBA não se resumem apenas a LeBron James, Kevin Love ou qualquer outro jogador que tenha decidido se juntar aos dois e ao armador Kyrie Irving. Quem também chegou foi o técnico David Blatt, campeão da última Euroliga com o Maccabi Tel Aviv, de Israel, e que já parece ter conquistado o grupo que tem à disposição, apesar do pouco tempo de trabalho.

Leia mais: Elogiado por LeBron, novato do Miami nega frustração por não jogar com ele

"Ele é fenômeno", disse o pivô Tristan Thompson, logo após o treino do Cavaliers no Rio de Janeiro nesta quinta-feira. "É um gênio do basquete, estou adorando jogar para ele. Estamos todos ainda aprendendo a nos conhecer melhor, tanto a gente quanto ele mesmo. A temporada é muito longa, mas o trabalho tem sido ótimo até agora", completou.

Aos 55 anos, Blatt se tornou o primeiro técnico a sair direto da Europa para assumir o comando de uma equipe da NBA. Com o Maccabi na última temporada, ele não só foi campeão continental como também acabou sendo eleito o melhor treinador da competição.

Mas ele logo faz questão de esclarecer: "Não foi só essa conquista que fez o Cleveland Cavaliers considerar a minha contratação. Estava na Europa havia muito tempo e passei por várias situações lá. Tive a sorte de ter sucesso em muitas delas. Estou feliz que uma franquia muito séria e profissional como o Cavaliers me escolheu para comandar o time."

A vida de Blatt como treinador começou em 1993, logo após ter se aposentado das quadras como jogador. No primeiro momento, foi auxiliar, mas não demorou a receber a oportunidade de comandar equipes. Rodou por alguns países da Europa e dirigiu a seleção russa nas Olimpíadas de 2012.

Ao longo desta trajetória, desenvolveu um sistema de jogo ofensivo que prioriza o espírito coletivo e de muita movimentação sem bola dos atletas. Algo que o experiente ala Shawn Marion, uma das várias novidades do elenco do Cavaliers, elogiou bastante.

“Ele é inteligente, é alguém que pensa bastante, que nos faz pensar também e nos faz perguntas sobre coisas que nunca pararmos para pensar antes", afirmou o ala.

Mas Blatt reconhece que os atletas à disposição têm muita participação no resultado final do que pretende implantar em quadra. "Chego com ideias próprias e um sistema próprio, mas tenho a sorte de contar com jogadores e inteligentes, como o próprio Marion, que podem aprender coisas diferentes muito rápido", observou.

O primeiro ano na NBA reserva um desafio muito grande a Blatt. Com LeBron, Kevin Love e Kyrie Irving à disposição, ele tem em mãos um trio de estrelas de primeira grandeza da liga. A expectativa em Cleveland, cidade que não sente o clima dos playoffs da NBA desde 2010, é que todas essas novidades do treinador funcionem com os atletas ao ponto de não só retornar à fase decisiva da temporada, mas também de resultar no tão sonhado inédito título do Cavaliers.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.