Tamanho do texto

Atual campeão nacional se movimentou no mercado para buscar o bi. Confira o guia completo do campeonato e informações de cada uma das 17 equipes

Flamengo é o atual campeão do NBB
João Pires e Ricardo Ramos/LNB
Flamengo é o atual campeão do NBB

O Flamengo mostrou que dificilmente deixaria o título do NBB escapar logo no início da última temporada. A primeira derrota da equipe demorou 21 rodadas para acontecer. Liderado pelo ala Marquinhos, o time carioca teve a melhor campanha da primeira fase. Nos playoffs, despachou Paulistano sem dificuldades nas quartas de final. Passou apuros contra São José, mas venceu a série no quinto e último jogo da semifinal. O grito de campeão foi dado graças à vitória sobre Uberlândia na decisão, disputada em jogo único.

Quem é o favorito ao título do NBB nesta temporada? Deixe seu comentário

Não à toa, o Flamengo inicia a nova temporada do NBB, que começa neste sábado, como o time a ser batido. Em relação ao elenco campeão, a equipe carioca sofreu duas baixas importantes com as saídas do pivô Caio Torres e do armador norte-americano Kojo Mensah, ambos titulares na campanha vitoriosa. Para recompor estas perdas, chegaram duas peças que são novidades na liga brasileira: o pivô norte-americano Jerome Meyinsse e o armador argentino Nicolás Laprovitolla.

Leia mais sobre basquete no blog Triple-Double

Os principais concorrentes do Flamengo na briga pelo título desta temporada também procuraram se reforçar. Brasília investiu em estrangeiros, sendo a principal contratação o técnico Sergio Hernandez, que levou a seleção argentina à medalha de bronze nas Olimpíadas de 2008. Atual vice-campeão, o Uberlândia perdeu Robby Collum, mas buscou outras peças. O Pinheiros repatriou Jonathan Tavernari, que estava no basquete italiano. Bauru fortaleceu seu garrafão ao tirar Murilo de São José, que investiu em Caio Torres para compensar a perda, mas não terá uma peça fundamental à disposição: o armador Fúlvio, que passou por cirurgia no joelho equerdo.

A temporada 2013/14 do NBB conta com 17 equipes, das quais duas disputam o campeonato pela primeira vez: Goiânia e Macaé. Veja abaixo informações de cada uma delas.

Felipe (à esquerda) foi o destaque do Basquete Cearense na temporada de estreia no NBB
João Pires/Divulgação
Felipe (à esquerda) foi o destaque do Basquete Cearense na temporada de estreia no NBB

BASQUETE CEARENSE

Quem veio: Alexandre (ala) e Erick Camilo (pivô)
Quem saiu: Rogério Klafke, Guilherme Schneider, Bernard Robinson, Edu Mariano (alas) e Radovan Dragovic (pivô)
Provável time titular: André Goes, Matheus, Jimmy, Felipe e Drudi
Destaque: Felipe, ala-pivô que teve médias de 15,0 pontos e 8,4 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Alberto Bial
Desempenho na última temporada: chegou às oitavas de final e foi eliminado pelo Paulistano

Dúvida para o NBB: Depois de chegar aos playoffs logo no ano de estreia, como o time chega para a nova temporada?

Felipe, ala-pivô do Basquete Cearense: “A intenção é sempre almejar mais para o time. No último ano, surpreendemos com a nossa campanha. Agora, seremos mais cobrados por isso. Então, vamos sair em busca de resultados melhores. A equipe era boa no último ano, mas agora estamos ainda mais competitivos e acredito que podemos ir muito mais longe."

Larry Taylor: armador da seleção brasileira é o líder do Bauru, que busca pela primeira vez chegar à final do NBB
Leandro Mello/Divulgação
Larry Taylor: armador da seleção brasileira é o líder do Bauru, que busca pela primeira vez chegar à final do NBB

BAURU

Quem veio: Josimar Ayarza (ala), Gustavo Scaglia (ala-armador), Fabián Barrios (ala-pivô), Thiago Mathias, Lucas Tischer e Murilo (pivôs)
Quem saiu: Pilar (ala-pivô), Jeff Agba, Deandre Coleman (pivôs)
Provável time titular: Ricardo Fischer, Larry, Gui Deodato, Murilo e Lucas Tischer
Destaque: Larry, armador que teve médias de 14,7 pontos e 4,9 rebotes e 4,4 assistências por partida na última temporada
Técnico: Guerrinha
Desempenho na última temporada: chegou à semifinal e foi eliminado pelo Uberlândia

Dúvida para o NBB: Com a chegada do Murilo, as demais contratações e a manutenção da base, esse é o NBB que Bauru chega mais forte?

Guerrinha, técnico do Bauru: “Sim. Estamos crescendo a cada temporada, mas as outras equipes também. Lógico que as chances aumentam com a chegada do Murilo e do Lucas, além da manutenção da nossa base. O time é mais competitivo, mas nada é garantia de título, pois outras equipes também se reforçaram.”

Guilherme Giovannoni lidera dentro de quadra o Brasília na missão de voltar a disputar a final do NBB
Brito Júnior/Divulgação
Guilherme Giovannoni lidera dentro de quadra o Brasília na missão de voltar a disputar a final do NBB

BRASÍLIA

Quem veio: Marcus Goree (pivô), Maxwell, Bruno Felipe (alas), Martín Osimani (armador)
Quem saiu: Eric Tatu, Ismar (armadores), Márcio Cipriano e Paulão Prestes (pivôs)
Provável time titular: Nezinho, Osimani, Alex, Giovannoni e Goree
Destaque: Guilherme Giovannoni, ala-pivô que teve médias de 16,6 pontos e 6,8 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Sergio Hernandez
Desempenho na última temporada: chegou às quartas de final e foi eliminado pelo São José

Dúvida para o NBB: O que a chegada do técnico e de mais dois jogadores estrangeiros acrescenta ao Brasília nesta temporada?

Guilherme Giovannoni, ala do Brasília: “Eles acrescentam muita coisa. São todos muito experientes e com muita qualidade. Vai fazer com que nossa equipe seja mais completa e teremos a possibilidade de jogar sempre com alta intensidade. É difícil mensurar o quanto o time evoluiu, mas nossa rotação está melhor, e isso ajuda muito nosso ritmo de jogo.”

João Batista (à esquerda) foi campeão pelo Flamengo como auxilar na temporada passada e agora comandará o Espírito Santo
Divulgação/LNB
João Batista (à esquerda) foi campeão pelo Flamengo como auxilar na temporada passada e agora comandará o Espírito Santo

ESPÍRITO SANTO

Quem veio: Arnaldinho, C.J. Collins (armador), Afam Muojeke (ala-armador), Rashaun McLemore, Eddy (alas) e Gaspar (ala-pivô)
Quem saiu: Alexandre Pinheiro, Fernando Reis (armadores), Allens Jemmott, Benzor Simmons, Jay Parker (alas-armadores), Rodrigo César (ala-pivô), Éder Araújo e Casé (pivô)
Provável time titular: Arnaldinho, C.J. Collins, Afam Muojeke , Rashaun McLemore e Daniel Filé
Destaque: Rashaun McLemore, ala que teve médias de 12,1 pontos e 3,1 rebotes por partida na última temporada
Técnico: João Batista
Desempenho na última temporada: foi eliminado na primeira fase

Dúvida para o NBB: Como é para um projeto novo ter um técnico que estreia na função, mas que já tem a experiência de ter vencido o campeonato como auxiliar no Flamengo?

Luiz Felipe Azevedo, dirigente do Espírito Santo: “Ter a experiência do João Batista é mais que importante para nós, é um presente. Ele tem um currículo notável. É bicampeão do NBB, tem muito conhecimento técnico e tático. É um técnico completo. Ganha com esta contratação não só a equipe profissional, mas todas as categorias de base da instituição.”

Marquinhos: ala da seleção brasileira foi o destaque do Flamengo na última temporada
Divulgação
Marquinhos: ala da seleção brasileira foi o destaque do Flamengo na última temporada

FLAMENGO

Quem veio: Nicolás Laprovitolla (armador), Cristiano Felício (ala-pivô), Jerome Meyinsse (pivô)
Quem saiu: Kojo Mensah (armador), Duda Machado (ala-armador), Alexandre Paranhos, Bruno Zanotti (alas), Feliz e Caio Torres (pivôs)
Provável time titular: Laprovitolla, Benite, Marquinhos, Olivinha e Meyinsse
Destaque: Marquinhos, ala que teve médias de 20,3 pontos e 4,7 rebotes por partida na última temporada
Técnico: José Neto
Desempenho na última temporada: campeão

Dúvida para o NBB: Quanto a mudança de dois jogadores no quinteto inicial atrapalha na luta pelo bicampeonato?

Marquinhos, ala do Flamengo: Muita coisa muda no time, pois perdemos o melhor pivô do NBB. Isso vai nos fazer mudar o estilo de jogo. Com o Caio, era um ataque muito postado no cinco contra cinco. Agora, com o Jerome (Meyinsse), seremos um time de transição e trocas ofensivas e defensivas. Na armação, creio que não perdemos tanto porque o Nico (Laprovitolla) é um grande jogador.”

Lucas Mariano: pivô do Franca é uma das principais promessas do basquete brasileiro
Divulgação
Lucas Mariano: pivô do Franca é uma das principais promessas do basquete brasileiro

FRANCA

Quem veio: Eddie Basden (ala-armador), Christopher Hayes (ala-pivô), Paulão Prestes e Feliz (pivôs)
Quem saiu: Zanini (ala), Guilherme Teichmann (ala-pivô), Douglas Kurtz e Romário (pivô)
Provável time titular: Figueroa, Eddie Basden, Jhonatan, Lucas Mariano e Paulão Prestes
Destaque: Lucas Mariano, pivô que teve médias de 10,9 pontos e 4,8 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Lula Ferreira
Desempenho na última temporada: chegou às quartas de final e foi eliminado pelo Bauru

Dúvida para o NBB: No último ano, a jovem equipe de Franca surpreendeu muita gente com a campanha que fez no NBB. Já dá para cobrar briga pelo título?

Lula Ferreira, técnico do Franca: “Título é sempre o objetivo de um time como o de Franca, não importa o elenco que está jogando. Com o desenvolvimento da equipe em duas temporadas, é claro pensamos em títulos, mas sabemos que eles podem acontecer ou não. Entretanto, a evolução a cada ano, independente da conquista do troféu, acontece de maneira clara.”

Goiânia faz sua temporada de estreia no NBB
Divulgação
Goiânia faz sua temporada de estreia no NBB

GOIÂNIA

Quem veio: Fernando Penna, Rafinha, Raphael (armadores), Emílio Taboada, Diego Pinheiro, Fábio Oliveira, Felippe Carvalho, Murilo Veloso (alas),Fernando Mineiro, Alexandre Gonçalves (ala-pivô), Adyb, André Luiz, Everson Lacerda e Hemerson Gustavo (pivôs)
Provável time titular: Fernando Penna, Fábio Oliveira, Diego Pinheiro, Fernando Mineiro, Everson Lacerda
Destaque: Fernando Penna, armador que tem médias de 6,25 pontos e 4,1 assistências ao longo da carreira no NBB
Técnico: Márcio de Andrade
Desempenho na última temporada: não participou (estreante no NBB)

Dúvida para o NBB: O que dá para esperar deste time na temporada de estreia?

Márcio de Andrade, técnico do Goiânia: "Contratamos jogadores que tiveram excelentes passagens por grandes times, como Fernando Mineiro, Fernando Penna. Para uma competição tão dura, de jogos seguidos, priorizamos a parte física, com isso, aliado a nossa experiência, faremos um bom papel na temporada.”

Liga Sorocabana chegou aos playoffs na última temporada do NBB
Site oficial
Liga Sorocabana chegou aos playoffs na última temporada do NBB

LIGA SOROCABANA

Quem veio: Nafis Ricks, Eric Tatu, Thiaguinho (armadores), Heitor Cardoso, Ned Cox (alas-armadores), Guilherme Schneider, Aster, Alfredo (alas) e Guilherme Hubner (pivô)
Quem saiu: Kenny Dawkins, Arlindo Neto (armadores), Desmond Holloway (ala), Adyb, Everson Lacerda, Ricardo Azevedo e Thiago Labbate (pivôs)
Provável time titular: Nafis Ricks, Ned Cox, Guilherme Schneider, Daniel Conti e Guilherme Hubner
Destaque: Nafis Ricks, armador com passagens pelo basquete universitário norte-americano e pela liga finlandesa e que disputa o NBB pela primeira vez
Técnico: Rinaldo Rodrigues
Desempenho na última temporada: chegou às oitavas de final e foi eliminado pelo Franca

Dúvida para o NBB: Quanto as saídas de Kenny Dawkins e Desmond Holloway afetam a equipe?

Rinaldo Rodrigues, técnico da Liga Sorocabana: "É claro, que no primeiro instante, sentimos estas ausências por serem jogadores de decisão. Mas a equipe foi se acertando e crescendo gradativamente, conseguindo um excelente desempenho no Campeonato Paulista, quando derrotamos adversários fortes e lutamos até o final na série contra o Paulistano (nas quartas de final)."

Limeira, do armador Hélio, parou nas oitavas de final na última temporada do NBB
Divulgação
Limeira, do armador Hélio, parou nas oitavas de final na última temporada do NBB

LIMEIRA

Quem veio: David Jackson (ala-armador), Renato Lamas (ala), Guilherme Teichmann (ala-pivô), Bruno Fiorotto, Wagner e Renan Leichtweis (pivôs)
Quem saiu: Diego Pinheiro, Omar Carter (ala), Fernando Mineiro, Leandro Silva (ala-pivô), Guilherme Hubner e Daniel Alemão (pivô)
Provável time titular: Hélio, Ronald Ramon, David Jackson, Guilherme Teichmann e Bruno Fiorotto
Destaque: Ronald Ramon, armador que teve médias de 14,4 pontos e 3,4 assistências por partida na última temporada
Técnico: Demétrius Ferracciú
Desempenho na última temporada: chegou às oitavas de final e foi eliminado pelo Pinheiros

Dúvida para o NBB: David Jackson, Guilherme Teichmann e Bruno Fiorotto se destacaram em edições passadas do NBB. Como estas contratações fazem Limeira chegar ao campeonato?

Demétrius Ferracciú, técnico do Limeira: “São jogadores que trazem muita qualidade do grupo. Qualquer um deles pode ser destaque neste time, mas ajudam principalmente no crescimento coletivo. Isso pode ajudar o time a fazer uma boa campanha no NBB buscando nossos objetivos de classificação aso playoffs e luta por vaga nos torneios internacionais.”

Macaé faz temporada de estreia no NBB
Renata Dourado/Divulgação
Macaé faz temporada de estreia no NBB

MACAÉ BASQUETE

Quem veio: Jamaal, Fred, Thiaguinho, (armadores), Duda Machado, Pablo Anibal, Will (alas-armadores), Márcio Dornelles (ala), Pablo Vilela, João Phylippe, Luscas Oliveira (alas-pivôs), Atílio Mello, Juan Torres, Romário e Weverton (pivô)
Provável time titular: Fred, Duda Machado, Márcio Dornelles, Atílio Mello e Romário
Destaque: Márcio Dornelles, ala que tem médias de 13,2 pontos e 3,0 rebotes por partida ao longo da carreira no NBB
Técnico: Léo Costa
Desempenho na última temporada: não participou (estreante no NBB)

Dúvida para o NBB: A presença de nomes experientes como Duda e Márcio no elenco deixa o time competitivo ao ponto de brigar por vaga nos playoffs logo na temporada de estreia?

Léo Costa, técnico do Macaé: “Sabemos da dificuldade da competição e temos a consciência de que saímos atrás de outras equipes que já têm maior entrosamento. Muitas delas mantêm a base há alguns anos. Mesmo assim, acredito no potencial do grupo que montamos. Seria muito positivo ir aos playoffs já na primeira temporada. A mescla dos experientes com os mais jovens ajuda muito. É algo extremamente positivo e facilita o processo de consolidação da filosofia de jogo que tentamos colocar em prática.” 

Jeff Agba: pivô norte-americano é uma das novidades do Minas para esta temporada do NBB
Orlando Bento/LNB
Jeff Agba: pivô norte-americano é uma das novidades do Minas para esta temporada do NBB

MINAS TÊNIS CLUBE

Quem veio: Elinho (armador), Rafa Moreira (ala), Wanderson (ala-pivô) e Jeff Agba (pivô)
Quem saiu: Mark Borders (armador), Jermaine Beal (ala-armador), Renato Lamas (ala), Paul Crosby e Mineiro (pivôs)
Provável time titular: Elinho, Henrique Coelho, Betinho, Douglas Nunes e Jeff Agba
Destaque: Betinho, ala-armador que teve médias de 16,9 pontos e 3,1 assistências por partida na última temporada
Técnico: Carlos Romano
Desempenho na última temporada: chegou às oitavas de final e foi eliminado pelo São José

Dúvida para o NBB: A base da equipe mudou bastante em relação aos últimos anos. Que grau de competitividade dá para esperar do Minas nesta primeira temporada?

Carlos Romano, técnico da equipe: “Temos um NBB com oito times de alta categoria. Então, neste primeiro ano, já será uma grande vitória se conseguirmos classificação para os playoffs.”

Babby: experiente pivô foi o destaque do Mogi das Cruzes na última temporada do NBB
João Pires/Divulgação
Babby: experiente pivô foi o destaque do Mogi das Cruzes na última temporada do NBB

MOGI DAS CRUZES

Quem veio: Jefferson Campos (armador), Pedro Macedo, Ted, Marcus Toledo (alas) e Daniel Alemão (pivô)
Quem saiu: Vinícius Gobor, Cristian Cortés (armador), Maurice Riddick (ala-armador), Caio Ranches e Edu Caviglia (alas)
Provável time titular: Jefferson, Guilherme Filipin, Marcus Toledo, Thomas Gehrke e Bábby
Destaque: Bábby, pivô que teve médias de 14,6 pontos e 8,7 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Paco Garcia
Desempenho na última temporada: foi eliminado na fase de classificação

Dúvida para o NBB: As peças que chegaram são capazes de deixar o time com mais opções de ataque e competitivo o suficiente para conquistar vaga nos playoffs?

Bábby, pivô do Mogi das Cruzes: “Sim. Nosso setor ofensivo melhorou bastante. O time está mais forte, com mais opções. O treinador tem explorado bem essa situação. Acredito que podemos fazer uma campanha melhor e continuarmos crescendo.”

Caleb Brown: armador norte-americano foi o líder do Palmeiras dentro de quadra na última temporada
Fábio Menotti / Palmeiras
Caleb Brown: armador norte-americano foi o líder do Palmeiras dentro de quadra na última temporada

PALMEIRAS

Quem veio: Thyago Aleo, Arlindo Neto (armadores) e Átila Santos (pivô)
Quem saiu: Arthur Pecos (armador), Gustavo Scaglia (ala-armador), Jordan Burger (ala) e Fernando Coloneze (pivô)
Provável time titular: Caleb Brown, Antwaine Wiggins, Tyrone Curnell, Tiagão e Marcão
Destaque: Caleb Brown, armador que teve médias de 15,8 pontos, 4,1 rebotes e 3,6 assistências por partida na última temporada
Técnico: Ênio Vecchi
Desempenho na última temporada: foi eliminado na fase de classificação

Dúvida para o NBB: Depois de lutar contra o rebaixamento na maior parte do campeonato, o time reagiu no fim e fugiu das últimas colocações. O que dá para esperar nesta temporada?

Ênio Vecchi, técnico do Palmeiras: “A ideia é classificar o time para os playoffs, pois temos um grupo qualificado, que adquiriu consistência no Campeonato Paulista e tem totais condições de disputar a competição nacional de igual para igual.”

Paulistano conta com reforços norte-americanos para tentar chegar mais longe nesta temporada
Divulgação
Paulistano conta com reforços norte-americanos para tentar chegar mais longe nesta temporada

PAULISTANO

Quem veio: Kenny Dawkins, Arthur Pecos (armadores), Desmond Holloway (ala), César, Pilar (alas-pivôs), Mineiro, Arthur Casimiro (pivôs)
Quem saiu: Elinho (armador), Alex Oliveira, Bruno Felipe, Eddy, Vinicius Pastor (alas), Ricardo Andreotti (ala-pivô), Wagner (pivô), Steven Toyloy (pivô)
Provável time titular: Kenny Dawkins, Pedro, Desmond Holloway, Pilar e Mineiro
Destaque: Desmond Holloway, ala que teve médias de 20,3 pontos e 4,6 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Gustavo De Conti
Desempenho na última temporada: chegou às quartas de final e foi eliminado pelo Flamengo

Dúvida para o NBB: O que a chegada dos norte-americanos Holloway e Dawkins, destaques na última temporada, acrescenta ao time?

Gustavo De Conti, técnico da equipe: “Maior capacidade de decisão e o espírito competitivo, de querer ganhar sempre. São jogadores bem completos, que trouxemos pelo alto aproveitamento no ataque e pela capacidade de defender da maneira como gostamos aqui.”

Shamell: ala é destaque do Pinheiros, atual campeão da Liga das Américas e que busca primeiro título do NBB
Divulgação/LNB
Shamell: ala é destaque do Pinheiros, atual campeão da Liga das Américas e que busca primeiro título do NBB

PINHEIROS

Quem veio: Jonathan Tavernari (ala), Felipe Rech e Steven Toyloy (pivô)
Quem saiu: Fernando Penna (armador), Pedro Macedo, Márcio Dornelles (alas), Bruno Fiorotto e Guilhermo Araujo (pivôs)
Provável time titular: Paulinho, Shamell, Jonathan Tavernari, Rafael Mineiro e Steven Toyloy
Destaque: Shamell, ala que teve médias de 16,2 pontos, 4,5 rebotes e 3,5 assistências por partida na última temporada
Técnico: Cláudio Mortari
Desempenho na última temporada: chegou às quartas de final e foi eliminado pelo Uberlândia

Dúvida parao NBB: A conquista da Liga das Américas e a oportunidade de ter disputado a Copa Intercontinental ajudam o time a chegar mais forte para esta temporada?

Shamell, ala do Pinheiros: “Acredito que sim. Tivemos experiências internacionais importantes que nos agregaram muito. Depois do jogo contra o Olympiacos (pela Copa Intercontinental), saímos mais fortes, unidos e sabemos o nível que temos de jogar em cada jogo.”

Fúlvio: peça fundamental do São José, armador perderá a temporada por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo
Divulgação/NBB
Fúlvio: peça fundamental do São José, armador perderá a temporada por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo

SÃO JOSÉ

Quem veio: Victor Correia (armador), Alex Oliveira, Gustavo (alas), Pajé (ala-pivô), Ed Nelson, Jerônimo e Caio Torres (pivôs)
Quem saiu: Ícaro, Luiz Felipe Lemes (armadores), Chico, Alvaro Calvo (alas), Deivisson, Erick Camilo e Murilo (pivôs)
Provável time titular: Vitinho*, Andre Laws, Dedé, Jefferson e Caio Torres
*O armador Fúlvio perderá toda a temporada por causa de uma cirurgia no joelho esquerdo
Destaque: Jefferson, ala-pivô que teve médias de 16,7 pontos e 7,0 rebotes por partida na última temporada
Técnico: Régis Marrelli
Desempenho na última temporada: chegou à semifinal e foi eliminado pelo Flamengo

Dúvida para o NBB: O que a ausência do Fúlvio nesta temporada representa para a equipe?

Fúlvio, armador de São José: "Difícil falar de mim. A equipe está acostumada a jogar com um armador com as minhas características. Qualquer jogador que entre agora, o grupo terá de se adaptar à nova forma desse atleta. Mas temos um elenco de respeito e uma comissão técnica muito competente. Estamos acostumados a ficar entre os primeiros do NBB e não será diferente neste ano."

Uberlândia chegou à final do NBB pela primeira vez na última temporada,mas foi derrotado na final pelo Flamengo
Raphael Oliveira/EAZ
Uberlândia chegou à final do NBB pela primeira vez na última temporada,mas foi derrotado na final pelo Flamengo

UBERLÂNDIA

Quem veio: Ícaro (armador), Rashad McCants (ala-armador), Zanini (ala) e Douglas Kurtz (pivô)
Quem saiu: Robby Collum (ala-armador) e Estevam (pivô)
Provável time titular: Valtinho, Audrei, Robert Day, Luis Gruber e Lucas Cipolini
Destaque: Robert Day, ala que teve médias de 17,9 pontos, 4,5 rebotes e 3,3 assistências por partida na última temporada
Técnico: Hélio Rubens
Desempenho na última temporada: foi vice-campeão

Dúvida para o NBB: O time continua com o mesmo grau de competitividade após a saída do Robby Collum?

Hélio Rubens, técnico do Uberlândia: “Perfeitamente. O clima é de motivação e entusiasmo para a temporada. O Collum é excelente jogador e sempre correspondeu à nossa expectativa. Infelizmente não conseguimos renovar, mas contamos com pelo menos três atletas da mesma posição que seguramente vão manter o nível técnico.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.