Tamanho do texto

Alberto Garcia, secretário geral da entidade, imagina que liga dos EUA não será paralisada durante as eliminatórias, que acontecerão ao longo de dois anos

Alberto Garcia, secretário geral da Fiba Americas
Getty Images
Alberto Garcia, secretário geral da Fiba Americas

Em novembro de 2012, a Fiba (Federação Internacional de Basquete) anunciou algumas mudanças no calendário da modalidade. Além de elevar o número de participantes de 24 para 32, a entidade divulgou que as seleções precisarão passar por eliminatórias para se classificar para o Mundial masculino, em um sistema semelhante ao que ocorre no futebol. O que não ficou muito claro na época foi a maneira como seria feito o aproveitamento dos jogadores que atuam na NBA, já que a liga não seria paralisada durante estas partidas. Problema que segue sem solução.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros fãs de basquete

Foi isso o que admitiu Alberto Garcia, secretário geral da Fiba Americas (que representa a entidade máxima do basquete no continente). "O mais provável é que a NBA não pare. Então, a princípio, não poderemos contar com esses jogadores (nas eliminatórias). Mas isso vai abrir a possibilidade para outros jogadores", declarou o dirigente, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira no clube Pinheiros, em São Paulo.

Veja também: Pinheiros se inspira em título brasileiro de 1979 para superar campeão europeu

Garcia ainda deu a entender que uma possível mudança neste cenário depende muito mais da NBA do que da própria Fiba. "Os EUA terão de jogar, pois estarão em um grupo das eliminatórias. Eles podem mandar jogadores que atuam em diferentes ligas do mundo, já que todas vão parar. Mas, supondo que não consigam classificação para o Mundial de 2019, o que vai acontecer em seguida? Aí eles terão de parar a liga deles", disse.

Leia mais: Intercontinental de basquete busca perfeição para virar Mundial e atrair NBA

Atualmente, as seleções garantem vaga no Mundial em competições continentais, como a Copa América, Campeonato Europeu e Copa Asiática. A próxima edição da competição, a última antes das mudanças da Fiba, ocorrerá em 2014 na Espanha.

Por conta da criação das eliminatórias, que terão duração de dois anos, o Mundial após o da Espanha foi transferido de 2018 para 2019. A classificação para as Olimpíadas de 2020 será feita através deste Mundial e também de quatro torneios pré-olímpicos.

    Leia tudo sobre: NBA
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.