Tamanho do texto

Medidas visam coibir infrações forjadas e melhoras qualidade das partidas da liga

Da mesma forma que os fãs de futebol têm se irritado com o ‘cai-cai’ de alguns jogadores - Neymar já foi alvo de protestos neste sentido -, os apaixonados por basquete também se preocupam com a questão. Tanto que nesta sexta-feira, a cerca de um mês do início da NBA, o comissário David Stern avisou que a liga norte-americana está preparando uma medida de prevenção contra as faltas forjadas.

Concorda com punição a atletas 'cai-cai' na NBA? Deixe seu comentário

"Se você continua a fazer isso (cavar faltas), tem que sofrer as consequências. Pretendemos deixar claro que isso não é algo que queremos em nosso jogo. Vamos achar maneiras de coibir esse tipo de atitude", disse Stern.

Porta-voz da NBA, Tim Frank também confirmou o desejo de punir os que tentam ludibriar. Entre os procedimentos previstos, existe a ideia de aplicar uma multa ao atleta caso seja atestada a intenção em forjar a falta. Os próprios executivos da liga revisarão as jogadas posteriormente. Isso já acontece, atualmente, apenas em relação a faltas flagrantes.

Também com a ideia de melhorar a qualidade do jogo, a NBA fará uma pré-temporada para seus 63 árbitros. As atividades serão lideradas por Mike Bantom, ex-jogador e executivo que substituiu Ron Johnson como vice-presidente de operações de arbitragem no começo deste mês.

    Leia tudo sobre: nba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.