Tamanho do texto

Piloto havia sido punido por não fazer o exame depois da etapa do Velopark da Stock Car

Agência Estado

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) confirmou, no final da noite da última terça-feira (14), que Alceu Feldmann, piloto da Stock Car , teve a suspensão de dois anos aplicada contra ele mantida em julgamento realizado no último dia 8. No início do mês passado, o corredor havia sido punido por se recusar a fazer um exame antidoping durante a etapa do Velopark da categoria, em 6 de maio, em Nova Santa Rita (RS).

Leia também: Stock Car transfere etapa de Campo Grande para Cascavel

Porém, apesar de punido em maio, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou um pedido de efeito suspensivo da defesa de Feldmann, que permitiu a sua participação em eventos esportivos até a realização de um novo julgamento.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Inicialmente, o piloto foi suspenso por 30 dias, antes de ser condenado a dois anos de gancho. Feldmann alegou que usa uma substância proibida, mas para fins terapêuticos, com a liberação da CBA. Mas, como não possuía um documento formal que permitia a utilização da mesma, ele se recusou a fazer o exame antidoping durante a etapa do Velopark.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Com a suspensão ratificada no julgamento do último dia 8, Feldmann ficará afastado das pistas até 2014. Piloto da equipe Shell/Mattheis, ele ocupa hoje a 28ª colocação desta temporada da Stock Car.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.