Tamanho do texto

O espanhol terá cerca de um mês para recuperar o ombro lesionado antes da próxima etapa da Moto GP, que acontece em Estoril

AP
Pedrosa, da Honda, foi o segundo na Espanha
Dani Pedrosa sabe que o segundo lugar no GP da Espanha de domingo foi uma vitória pessoal. Depois da classificação, o piloto da Honda admitiu que ia fazer o possível para terminar a corrida, já que sua condição física está comprometida por conta do ombro lesionado. Pedrosa disse que o pódio foi um resultado muito importante.

“Não foi fácil no início. Eu caí para 11º ou algo assim, mas pude chegar ao segundo lugar, que é algo muito importante para mim”, declarou o espanhol, que aparece na vice-liderança da classificação. “No fim, eu estava lutando muito com a aderência. Eu não podia dar todo o gás na reta, então não sabia o que fazer. Estava tentando ficar sobre duas rodas”, ressaltou.

Vencedor da prova, o compatriota de Dani Jorge Lorenzo disse que estava difícil manter a concentração em Jerez de la Frontera para manter-se de pé , dadas as condições da pista.

Pedrosa vai passou por mais uma cirurgia na segunda-feira. Por causa do adiamento do GP do Japão para outubro, o espanhol está confiante de que o período de um mês até a etapa de Portugal vai ser bom para sua recuperação. “Espero que tudo corra bem para que eu possa estar de volta no Estoril”, finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.