Tamanho do texto

As três categorias da elite do motociclismo mundial tiveram um total de 976 acidentes, incluindo a infame disputa entre Rossi e Márquez. Teve piloto com mais de uma por corrida

Rossi toca em Márquez e tira o espanhol da pista na Malásia
Reprodução
Rossi toca em Márquez e tira o espanhol da pista na Malásia


A temporada do Mundial de Motociclismo de 2015 chegou bem perto das mil quedas, somando todas as suas três categorias. Foram 215 pela MotoGP, 409 pela Moto2 e mais 352 pela Moto3, par um total de 976 acidentes desse tipo. 

Na média, são 55 quedas por final de semana, entre todas as sessões oficiais de pista e cilindradas. O circuito de Silverstone foi aquele que viu mais derrapadas, com 79 -- tendo o GP inglês sido disputado debaixo de chuva. Já a pista de Termas, na Argentina, foi a que teve menos, com 25.

Leia também
+ Rossi perde para Lorenzo, mas segue no ataque: "É um estúpido"

Um dos incidentes, porém, foi justamente entre o italiano Valentino Rossi e o espanhol Marc Márquez, que, supõe-se nos bastidores da modalidade, teria suscitado a rivalidade entre os dois que deu o que falar até o final do campeonato. E resultou também na queda mais infame do ano, quando Rossi derrubou Márquez no GP de Sepang, na Malásia, na penúltima etapa do Mundial. Vocês se lembram, não?

Essa foi uma das 13 quedas de Marc na temporada. No total, porém, ele ficou bem abaixo das 24 de Karel Hanika, tcheco de apepans 19 anos que pilota pela Moto3 (mais de uma por corrida). Ele terminou a competição em 18º. 

O campeão da MotoGP 2015, o espanhol Jorge Lorenzo, sofreu apenas uma queda, enquanto o vice-campeão Rossi, duas. 

Confira abaixo algumas dessas quedas:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.