Tamanho do texto

Valentino Rossi vive hoje a maior rivalidade do mundo da velocidade com o espanhol Marc Márquez, tendo causado a queda do espanhol. Atitude foi repreendida pela mídia italiana

Valentino Rossi se envolve na maior polêmica do mundo da velocidade em 2015
Mirco Lazzari gp/Getty Images
Valentino Rossi se envolve na maior polêmica do mundo da velocidade em 2015


Marc Márquez primeiro se limitou a dizer que em seu primeiro encontro com Valentino Rossi, ainda em Sepang, depois do Grande Prêmio de MotoGP da Malásia, o italiano havia lhe insultado com "palavras muito feias", sem entrar em detalhes. 

Minutos antes, o espanhol havia sido derrubado em uma curva pelo italiano, em manobra polêmica. Os dois vivem hoje a principal rivalidade do mundo da velocidade, daquelas que há muito não se via. Pois o jornal "Marca" revelou que, quando os dois se toparam na sala da diretoria da prova, Rossi usou o termo "bastardo" para ofender o concorrente.

Foi um encontro tenso, com o italiano aos berros. Ele também teria provocado o espanhol, dizendo: "Bela corrida, não?" Ouviu como resposta de Márquez: "Bela patada", em referência ao toque com a perna que recebeu na pista. Nas entrevistas, depois, Rossi resumiu sua a troca de farpas com o adversário: "Simplesmente disse o que penso sobre ele", afirmou, depois, em entrevistas.

+ Leia também:  Rossi ameaça não correr se punição for aplicada

Além disso, o jornal espanhol relata que membros do fã-clube oficial de Rossi e integrantes do estafe do piloto se dirigiram ao box da Honda e também ofenderam dirigentes e funcionários da equipe. Seguranças tiveram de intervir. 

"Cartão vermelho"
Até mesmo a imprensa italiana detonou a atitude de Valentino Rossi durante a corrida, quando o hexacampeão mundial acertou um chute na moto do piloto da Honda, provocando sua queda. O movimento do ídolo da Yahama lhe valeu uma punição, complicando sua luta pelo título da temporada.

Basicamente todos os diários do país de origem do piloto publicaram dúvidas sobre Rossi sobre participar da próxima corrida, em Valência, onde terá que largar na última posição, graças ao acúmulo de quatro pontos de penalização (os três pontos de domingo e mais um recebido pelo segundo treino de classificação de San Marino).

O jornal esportivo "Gazzetta dello Sport" dedicou sua manchete ao duelo entre o italiano e o espanhol, que corre pela Honda, e diz: "Assim não vale: Rossi perde a cabeça e dá adeus ao Mundial (?) Mas quem começou foi Márquez".

Na matéria principal sobre a polêmica, a "Gazzetta" dá "cartão vermelho" a Rossi, explica detalhadamente o duelo entre os pilotos e a confusa "manobra" na qual o italiano derrubou Márquez na curva 14 do circuito. E conclui: "Em Sepang, quem perdeu foi o esporte".

O jornal afirmou que a polêmica foi "a pior maneira de destruir um dos Mundiais mais lindos dos últimos anos". E chamou de uma "corrida especial" a última prova do campeonato, em Valência, no próximo dia 8 de novembro, quando o espanhol Jorge Lorenzo e Rossi disputarão o título.

+ Leia ainda: Punido, Rossi nega intenção de derrubar Márquez

O jornal "La Repubblica" traz a manchete "Valentino, que loucura". E critica a atitude e a rivalidade do italiano com Márquez na pista e nos dias antes da prova, além de afirmar que o pilotou jogou fora o Mundial e a corrida.

O "Corriere della Sierra" também dá "cartão vermelho" para Rossi e explica como a direção da MotoGP, composta por Mike Webb, Franco Uncini e Javier Alonso, concluíram que Rossi não tinha dado o chute, mas que "havia tido uma conduta irresponsável, colocando em perigo o outro piloto". Além disso, o jornal classifica a atitude de Rossi como "uma derrota intelectual" por ter entrado na polêmica e duelado com o espanhol na pista, praticamente jogando fora as chances de título.

A disputa pelo título
Apesar da punição, Rossi chegará à Valência com sete pontos de vantagem na classificação para Lorenzo, seu companheiro de equipe, mas largará na última posição e terá que ter uma grande corrida de recuperação para assegurar o heptacampeonato mundial.

A imprensa espanhola, por sua vez, tem dado voz ao que se chama de "revolta nacional", pelo chute do italiano no atual bicampeão da categoria. O caso vem sendo tratado como a de uma vergonha que manchou o esporte e também a imagem do atual líder da temporada. "Cai um ídolo", chegou a cravar o jornal "Marca", apontando que o episódio é um dos mais lamentáveis da história.

Rossi toca em Márquez e tira o espanhol da pista na Malásia
Reprodução
Rossi toca em Márquez e tira o espanhol da pista na Malásia


O "Sport", é ainda mais categórico ao afirmar que a imagem de Rossi muda completamente a partir da prova disputada neste domingo na Malásia: "O dia em que caiu um Deus".

Na França, o golpe foi comparado a cabeça que Zinedine Zidane desferiu contra o italiano Marco Materazzi, na final da Copa do Mundo de 2006. A menção foi feita pelo jornal "L'Équipe, que também trata o caso detalhadamente, publicando a versão dos pilotos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.