Tamanho do texto

Francês abre vantagem e fica muito perto do título nas motos. Veja resumo do penúltimo dia de rali

Neste sábado (14), o Rali Dakar chegou ao seu penúltimo dia. A 13ª etapa teve um percurso de 275 quilômetros, entre as cidades peruanas de Nasca e Pisco. A especial foi decisiva, pois agora só restam 29 quilômetros para serem percorridos no domingo (15), ficando difícil para os competidores tirarem grandes diferenças de tempo.

Leia também: Coma vence 12ª etapa e volta à liderança do Rali Dakar

O brasileiro André de Azevedo foi um dos destaques do dia. O trio liderado por ele chegou em segundo entre os caminhões, sua melhor colocação até agora. Com o resultado, a equipe subiu para o oitavo lugar na classificação geral da categoria. O trio comandado pelo holandês Gerard de Rooy segue na liderança.

Nas motos, a especial não foi nada boa para Marc Coma. Após assumir a frente na classificação nessa sexta-feira, o espanhol teve problemas com a caixa de câmbio, tentou alterar seu trajeto para desviar de uma duna, mas acabou se perdendo. Com isso, o piloto viu diminuir muito suas chances de se tornar tetracampeão. Ele foi superado por Cyril Despres, seu principal rival ao título, que retomou a liderança e impôs uma vantagem de 11 minutos. Mas quem venceu a especial foi o português Helder Rodrigues, com o tempo de 3h21min16. O brasileiro Felipe Zanol chegou em 12º e se mantém na décima colocação na classificação geral.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O francês Stephane Peterhansel foi o mais rápido entre os carros. Ele levou três horas e nove minutos para completar a etapa, abrindo uma vantagem de mais de 42 minutos para o segundo colocado na classificação geral, o espanhol Joan “Nani” Roma.

Nos quadriciclos, Tomas Maffei foi o primeiro a completar a especial, mas não ameaça a liderança isolada de Alejandro Patronelli e o segundo lugar de seu irmão, Marcos Patronelli.

Confira a classificação do Rali Dakar após treze etapas:

Motos:
1º - Cyril Despres (FRA)
2 º - Marc Coma (ESP)
3 º - Helder Rodrigues (POR)
10 º - Felipe Zanol (BRA)
19 º - Zé Hélio Rodrigues (BRA)
24 º - Denísio do Nascimento (BRA)

Carros
1º - Stephane Peterhansel (FRA) e Jean-Paul Cottret (FRA)
2º - Nani Roma (ESP) e Michel Périn (FRA)
3º - Giniel de Villiers (ZAF) e Dirk Von Zitzwitz (ALE)

Quadriciclos
1º - Alejandro Patronelli (ARG)
2º - Marcos Patronelli (ARG)
3º- Tomas Maffei (ARG)

Caminhões
1º - Gerard de Rooy (HOL), Darek Rodewald (HOL) e Tom Colsoul (BEL)
2º - Hans Stacey (HOL), Hans Van Goor (HOL) e Bernard Der Kinderen (HOL)
3º- Artur Ardavichus (CAZ), Alexey Kuzmich (RUS) e Nurlan Turlubaev (KAZ)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.