Tamanho do texto

A chinesa Guo Meiling falhou em uma curva durante o prólogo e deixou dez torcedores feridos, sendo que o estado de três é delicado. Grávida e menores foram atingidos

EFE

A chinesa Guo Meiling perdeu o controle de seu carro no prólogo do Dakar 2016
Getty Images
A chinesa Guo Meiling perdeu o controle de seu carro no prólogo do Dakar 2016


A chinesa Guo Meiling (Mini), que tem o compatriota Liao Min como copiloto, perdeu o controle do carro em uma curva durante o prólogo do Rali Dakar neste sábado, um deslocamento cronometrado de apenas 11 quilômetros entre Buenos Aires e Rosário, deixando dez espectadores feridos, três deles em estado delicado.

"Passou de uma festa a um inferno em um segundo. A piloto saltou e quando caiu perdeu o controle do carro e se chocou contra o público. Foi um pesadelo", relatou à emissora de rádio "Rivadavia" o ex-piloto argentino Agustín Canapino, multicampeão da categoria local Top Race, que estava a 100 metros do acidente.

Foram deslocadas oito ambulâncias para transferir os feridos ao Hospital Santa Francisca, na cidade de Arrecifes. Dez pessoas foram internadas, entre elas uma grávida e três menores de idade, um deles em estado delicado.

Guo Meiling e seu copiloto Liao Min acenam para o público na largada em Buenos Aires
EFE
Guo Meiling e seu copiloto Liao Min acenam para o público na largada em Buenos Aires


Além disso, o diretor da prova, o francês Etienne Lavigne, se transferiu até o local do acidente para colocar à disposição todos os meios da organização para transferir os feridos: quatro helicópteros e três ambulâncias.

Após o atropelamento, o prólogo foi cancelado para o restante dos carros e para todos os caminhões. A princípio, a competição propriamente dita começará neste domingo, com trajeto entre Rosário e Villa Carlos Paz.