Tamanho do texto

Baiano vai largar na frente em Hungaroring, mesmo circuito em que Lucas di Grassi tinha conquistado a última pole do Brasil na GP2

Luiz Razia desbancou os favoritos e conquistou nesta sexta-feira (29) a sua primeira pole position na GP2 , pela etapa da Hungria, no circuito de Hungaroring . O piloto da Air Asia marcou 1min30s411 e bateu Luca Filippi, da Coloni, por 0s140.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A classificação foi emocionante, com os 20 primeiros pilotos no mesmo segundo. A melhora da pista foi muito intensa nas voltas finais, o que fez com que a primeira posição trocasse de dono rapidamente após um domínio quase completo de Filippi na sessão.

Uma curiosidade é que a última pole de um piloto brasileiro foi justamente neste circuito, com Lucas Di Grassi, em 2009, representando a Racing Engineering. Razia, por sua vez, já havia largado na primeira posição, mas em segunda corrida, mais curta, cujo grid é gerado pela inversão dos oito primeiros colocados da prova principal. Foi partindo do lugar de honra que o baiano obteve sua primeira vitória na GP2, em 2009, pela Coloni, em Monza.

Marcus Ericsson, da iSport, ficou com a terceira posição, seguido por Charles Pic, que está envolvido em rumores de que pode vestir o macacão da Hispania como reserva em 2012. Romain Grosjean , líder do campeonato com 18 pontos de vantagem para Giedo van der Garde, parte do quinto lugar — o que não é um grande prejuízo, uma vez que o holandês, vice-líder da temporada, sai da sétima colocação, depois de enfrentar problemas mecânicos.

Fabio Leimer confirmou a sua evolução na temporada e marcou o oitavo melhor tempo, ficando meros 0s023 à frente de Esteban Gutiérrez, da Lotus ART, e Sam Bird, da iSport.

A boa situação de Razia se complementa com o fato de que Davide Valsecchi, seu companheiro na Air Asia, fez o 14º melhor tempo. Só por isso já seria uma grande vantagem, mas a diferença cresce ainda mais por conta de uma punição que o italiano tem a cumprir. Valsecchi perdeu dez posições por conta de um incidente com Jolyon Palmer na Alemanha e vai sair em 24º.

Outro que pode enfrentar problemas é Jules Bianchi, que se envolveu em um entrevero com Julián Leal, da Rapax. O francês encontrou Leal pela frente no meio de uma volta rápida, já próximo do fim do giro. Indignado, gesticulou contra o colombiano, que retribuiu a grosseria. Jules, então, jogou o carro pra cima do de Leal buscando o contato, num gesto violento. O incidente será julgado pelos comissários, que devem punir Bianchi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.