Tamanho do texto

Ex-piloto britânico acredita que a Mercedes deveria investir em um piloto mais jovem

Ao defender-se de Lewis Hamilton, Michael Schumacher protagonizou uma das disputas por posição mais emocionantes do Grande Prêmio da Itália deste domingo (11). O desempenho, no entanto, não foi suficiente para mudar a opinião de Eddie Irvine. Companheiro do heptacampeão mundial na Ferrari entre 1996 e 1999, o britânico acredita que o alemão não deveria ter voltado à Fórmula 1 .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“É uma perda de tempo. Schumacher é bom, mas não é mais bom o suficiente e ele já era decadente em 2005 e 2006 na Ferrari”, disse Irvine, em entrevista ao jornal alemão Der Spiegel .

De acordo com o britânico, a Mercedes deveria pensar em apostar em um piloto mais jovem para o lugar do heptacampeão.

“Não tenho ideia porque a Mercedes investe em um piloto tão velho, já que a curva de desempenho só pode ser descendente. Ele é velho demais agora para bater pilotos de primeira linha como Nico Rosberg”, opinou o ex-piloto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.