Tamanho do texto

Equipe utilizará a infraestrutura da parceira, como simuladores e túnel de vento

Visando à melhora no Campeonato Mundial de Fórmula 1 , a Virgin anunciou nesta segunda-feira (4) uma parceria técnica firmada com a McLaren. A equipe terá acesso às instalações da tradicional escuderia inglesa.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A Virgin poderá fazer uso da infraestrutura da McLaren, que inclui teste de plataforma, simuladores, túnel de vento, computadores, experiências com CFD (Dinâmica de Fluídos Computacional). Além disso, a equipe contará com a ajuda de técnicos da nova parceira no desenvolvimento do carro.

"Nossa parceria técnica com a McLaren é muito animadora. A McLaren é uma das marcas de maior prestígio e sucesso na história dos GPs. Podemos nos beneficiar muito das técnicas e capacidades da equipe e não tenho dúvida de que essa parceria nos fará dar o passo técnico que precisamos para dar um salto significativo", disse Andy Webb, chefe executivo da Virgin.

Além disso, a Virgin afirmou que comprou as instalações de Banbury (Inglaterra), que pertenciam à Wirth Racing Technologies, empresa do ex-diretor técnico da equipe, Nick Wirth. O endereço servirá de base para o time enquanto ele planeja a construção de uma sede oficial.

A Virgin continuará utilizando motores Cosworth e Pat Symmonds seguirá como consultor técnico da equipe, uma vez que ainda não pode assumir um posto integral. Isso porque Symmonds ainda cumpre punição por ter se envolvido na polêmica do GP de Cingapura em 2008, quando a Renault pediu para que o brasileiro Nelsinho Piquet batesse para ajudar o então companheiro Fernando Alonso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.