Tamanho do texto

Alemão sai feliz com resultado e comemora melhora da Red Bull em relação ao classificatório

A Red Bull foi dormir no sábado preocupada com o grid de largada para o Grande Prêmio da Austrália , com seus dois pilotos apenas na terceira fila. Na madruga deste domingo (18), no entanto, a equipe teve uma boa surpresa. Sebastian Vettel largou bem e, com a ajuda do safety car, terminou a prova australiana na segunda colocação.

Leia também: Button vence e brasileiros batem no GP da Austrália

O bicampeão mundial comemorou o resultado inesperado: “Estou muito feliz comigo hoje. Acho que alcançamos o máximo que poderíamos. Estou muito feliz de sair com o segundo lugar, são muitos pontos e acredito que as pessoas não esperavam por isso depois de ontem”.

O segundo lugar era ocupado por Lewis Hamilton até mais da metade da prova, quando o safety car entrou na pista. Hamilton tinha ido para os boxes pouco antes da entrada do carro de segurança e acabou sendo prejudicado por essa estratégia, já que Vettel fez sua parada enquanto o safety car estava na pista e retornou na segunda colocação, à frente do piloto da McLaren.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

No entanto, o piloto da Red Bull acredita que teria ultrapassado o rival de qualquer forma. “Mesmo antes da entrada do safety car achei que teríamos uma boa chance de ultrapassar Lewis no final, já que estávamos chegando perto. Tivemos um carro melhor na corrida, que parece ter muito potencial. Foi uma ótima prova, muito divertida”, disse Vettel.

O alemão aproveitou para parabenizar o vencedor do GP, Jenson Button: “Parabéns à McLaren e ao Jenson. Ele fez uma prova fantástica e foi imbatível hoje”.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

Mark Webber, companheiro de Vettel na Red Bull, também conseguiu melhorar sua colocação em relação ao grid de largada e saiu satisfeito com seu quarto lugar em Melbourne.

“O classificatório foi difícil para nós, mas o ritmo na corrida foi bem melhor. Tive um começo ruim e depois fui prensado na curva 1. Não queria que a corrida terminasse, então consegui continuar e comecei a reconstruir dali. Tivemos sorte com o safety car e estava mais rápido que Lewis no final, mas essa é uma pista difícil para ultrapassar”, declarou o australiano. “Hoje fizemos uma apresentação forte, foi um bom começo”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.