Automobilismo

enhanced by Google
 

Veja os carros mais feios da história da Fórmula 1

Bólido de seis rodas, escada no bico e designs exóticos. Vote no pior

Guilherme Abati, iG São Paulo | 18/02/2012 11:08

Texto:

Com exceção da McLaren, todos os carros desenvolvidos pelas equipes de Fórmula 1 para a temporada de 2012 chamaram a atenção por apresentar um degrau no bico, utilizado para cumprir a nova exigência do regulamento que prevê que a parte dianteira seja mais baixa que o cockpit. Com isso, as escuderias criaram bólidos estranhos, que deixam a desejar esteticamente.

Leia também: Adaptação à Indy será grande desafio para Barrichello

Ao longo da história da F1, muitos foram os carros que causaram impressão semelhante nos espectadores. Carros dignos do Carnaval já desfilaram pelas pistas da categoria desde 1950. 

Conheça a seguir alguns dos carros carnavalescos da categoria e vote no pior.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

<span>Enquanto a nova Ferrari tem uma degrau no bico, o N179 da Ensign tinha uma escada de radiadores. O carro, pilotado por Derek Daly,  disputou a temporada de 1979</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>O Arrows A2, de 1979, tinha rodas traseiras enormes, espelhos que pareciam antenas  e não contava com aerofólios dianteiros. Um conjunto exagerado.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <strong>Publicidade</strong> <span>O March 711, de 1971 contava com um aerofólio dianteiro elevado. O aerofólio traseiro também não era dotado de beleza. Resultado: um carro feio de dar dó.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>A Tyrrell P34, de Ronnie Peterson,  tem lugar cativo na lista. Com seis rodas, o veículo utilizado pela equipe em 1976 é de uma feiúra única.  Exótico demais.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>A Tyrrell venceria o prêmio de equipe de gosto mais duvidoso caso ele existisse na F1. O 025, de 1997, tinha asas laterais escandalosamente elevadas.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>O Amon AF101 disputou a temporada de 1974 e será lembrado para sempre pelo mau gosto. Nota 0 em Harmonia.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>O projeto da Eifeland, em  1972, foi um grande equívoco. Um retrovisor posicionado à frente do piloto e um bico longo e curvo são adereços de beleza questionável. </span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>O primeiro carro da Ligier, o JS5, de 1976 contava com uma traseira oval e elevada. O adereço é um dos mais bizarros da história da categoria.</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>A Ferrari 312 B3, de 1972, tinha grandes entradas de ar na parte frontal. O carro não chegou a competir em corridas oficiais</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Com o degrau no bico, o carro deste ano da Ferrari receberia nota 0 no quesito comissão de frente se desfilasse no carnaval</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong>


Texto:

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo