Tamanho do texto

Infração do brasileiro rendeu prejuízo de cerca de R$ 20 mil para a Lotus Renault

Nesta sexta-feira (9), o brasileiro Bruno Senna excedeu duas vezes o limite de velocidade na área dos boxes durante o segundo treino livre para o Grande Prêmio da Itália . Por conta da infração, a Lotus Renault terá de pagar 8,8 mil euros (aproximadamente R$ 20,3 mil).

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Senna terminou a prática na décima colocação. No primeiro treino livre , o brasileiro foi 16º.

Além disso, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta sexta-feira que a escuderia extrapolou o horário de trabalho permitido. Os mecânicos viraram a noite trabalhando e deixaram os carros prontos nove horas antes do início dos treinos livres – ou seja, às 20h de quinta-feira (8) no Horário de Brasília, 1h no horário local.

As equipes podem extrapolar o horário quatro vezes na temporada. Essa foi apenas a primeira vez que isso aconteceu com a Lotus Renault neste ano.

O Grande Prêmio da Itália será disputado no domingo (11), às 9h (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.