Tamanho do texto

Piloto polonês é uma opção para o lugar de Felipe Massa na Ferrari em 2013

O chefe da Lotus Renault, Eric Boullier, afirmou que se o polonês Robert Kubica assinar com outra equipe, ou demonstrar a intenção de fazer isso, a equipe não vai ajudá-lo na sua recuperação. O piloto de 26 anos sofreu uma grave lesão durante uma prova de rali, em fevereiro, e já anunciou que está fora do início da próxima temporada .

Veja também: Torcedores usam meios alternativos para assistir ao GP do Brasil

Kubica tem contrato até o fim de 2012. Ele interessa à Ferrari para a temporada seguinte e usaria a segunda parte do ano para se preparar. A Renault já deixou à disposição túneis de vento e simuladores para ajudá-lo, mas, se ele anunciar que seu futuro passa longe de Enstone, a equipe vai voltar atrás.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Eu preciso entender se ele pode voltar e se o compromisso de Robert é em médio prazo. Eu não vou lhe entregar um carro e fazer um bom teste com ele se em 2013 ele estiver assinado uma opção para outro time", explicou Boullier.

A dupla de pilotos da equipe, que vai mudar de nome para Lotus ano que vem, está incerta. Os titulares Vitaly Petrov e Bruno Senna brigam para manter seus lugares, e Romain Grosjean, Kimi Raikkonen, Adrian Sutil, Heikki Kovalainen e Rubens Barrichelllo aparecem como opções.

Boullier, no entanto, não precisou quando anunciará sua dupla titular para 2012.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.