Tamanho do texto

Com exclusividade ao iG, italiano diz que segue motivado mesmo após 15 anos na categoria e elogia Luiz Razia

Jarno Trulli, da Team Lotus, é o quarto piloto com maior número de GPs na história da F1
Getty Images
Jarno Trulli, da Team Lotus, é o quarto piloto com maior número de GPs na história da F1
Ao largar no Grande Prêmio de Cingapura deste ano, no último dia 25 , Jarno Trulli deu início ao seu GP de número 247 na Fórmula 1. Com isso, o italiano ultrapassou David Coulthard e se tornou o quarto piloto que mais correu na história da categoria. Na sua frente estão apenas Rubens Barrichello, com 317 provas, Michael Schumacher, com 282, e Riccardo Patrese, com 256.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em entrevista exclusiva concedida ao iG , o italiano afirmou que, mesmo depois de tanto tempo na F1 – são 15 anos ao todo – e correndo por uma equipe pequena, a Team Lotus, sua motivação continua a mesma.

“Não é nada difícil se manter motivado, o desafio é o mesmo que sempre foi: fazer seu melhor no acerto do carro, ir lá e dirigir da melhor maneira possível, representar bem a equipe e ir para a casa sabendo que você fez o melhor trabalho possível”, declarou Trulli, que também elogiou a situação de sua equipe na temporada. "Estamos na frente de Virgin e Hispania e nos aproximando dos carros da frente", afirmou.


História na Fórmula 1


O contato do italiano com a Fórmula 1 começou em 1996, em testes pela Benetton. Mas a estreia de Trulli na categoria aconteceu no ano seguinte, pela Minardi. Com a contusão de Olivier Panis ainda na temporada de 1997, mudou-se para a Prost, equipe pela qual conquistou seus primeiros pontos após chegar em quarto no GP da Alemanha.

Trulli ficou na Prost até o fim de 1999. Conseguiu seus melhores resultados pela equipe no último ano, com um segundo lugar na Europa e uma 11ª colocação no Mundial de Pilotos. Nos dois anos seguintes, o italiano guiou pela Jordan, melhorando sua situação no campeonato: foi décimo em 2000 e nono em 2001.

Em 2002, o piloto foi contratado pela Renault, equipe pela qual viveu a melhor fase de sua carreira. Principalmente em 2004, quando venceu em Mônaco – sua única vitória na categoria até hoje –, além de fazer duas poles e conseguir mais um pódio, terminando o campeonato na sexta colocação.

Luiz Razia, piloto de teste da Team Lotus, foi elogiado por Trulli
Divulgação
Luiz Razia, piloto de teste da Team Lotus, foi elogiado por Trulli


Ainda em 2004, Trulli correu as duas últimas provas do campeonato pela Toyota, equipe em que permaneceu até o fim de 2009. Na Toyota, no entanto, o italiano não conseguiu obter os resultados que alcançou na Renault – foram apenas duas poles e sete pódios em mais de quatro temporadas.

Desde o ano passado, Trulli corre pela Team Lotus. O italiano foi 21º no campeonato de 2010 e ocupa a mesma posição no Mundial de Pilotos desta temporada .

Adaptação ao volante atrapalhou no início da temporada

Na conversa com o iG , Trulli admitiu que não faz uma boa temporada. O italiano atribuiu isso ao novo volante da equipe, instalado no começo deste ano. Porém, a peça foi trocada antes do GP da Hungria, o que agradou o italiano.

“O novo sistema que tivemos na Hungria transformou o carro para mim, e acho que meus desempenhos no classificatório estão mostrando isso”, disse Trulli, que se mostrou satisfeito com a situação da Team Lotus na temporada.

“Estamos definitivamente na frente de Virgin e Hispania e nos aproximando dos carros da frente. Então a motivação é continuar forçando o máximo possível para desafiarmos o pelotão intermediário e lutarmos quando pudermos”, completou.

Luiz Razia, piloto de teste da Team Lotus, foi elogiado por Trulli
Divulgação
Luiz Razia, piloto de teste da Team Lotus, foi elogiado por Trulli
Com relação às novas regras da temporada (asa traseira móvel e pneus de rápido desgaste) , Trulli não se mostrou fã, mas afirmou que elas alcançaram o resultado proposto.

“É o que é. As regras são as mesmas para todos, então você não pode reclamar. O fato é que agora temos mais ultrapassagens e as pessoas costumavam reclamar que nós não tínhamos. Você não pode agradar a todos”, declarou.

Trulli aposta em grande futuro para Razia

Nesta temporada, Luiz Razia é um dos pilotos de testes da Team Lotus. Titular da escuderia, Trulli elogiou o brasileiro e afirmou que vê nele potencial para obter sucesso no automobilismo.

“Acho que Luiz é um cara realmente bom para se ter por perto. Ele é educado, amigável, quer aprender e mostrou na GP2 que é rápido, então acho que ele é capaz de atingir o que quiser”, disse o italiano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.