Tamanho do texto

Alemão acredita que Lotus Renault e Mercedes sofrerão mais com a proibição dos difusores nos escapamentos

Líder do Mundial de Pilotos , Sebastian Vettel não acredita que a Red Bull será uma das mais afetadas pela proibição dos difusores nos escapamentos . A mudança no regulamento parece ser uma preocupação da escuderia, já que Christian Horner, chefe da equipe, pediu esclarecimentos em relação às restrições .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Acho que, se você olhar para o conceito do nosso carro, não vamos nos dar tão mal se a proibição acontecer. Acho que existem outros que vão perder mais, como a Renault e a Mercedes, equipes que estão confiando completamente nessa técnica. Claro que vai afetar a todos, já que confiamos nisso em termos de desempenho. Mas acho que, comparado a outros, não será uma desvantagem para nós”, disse Vettel, em entrevista à ESPN .

O alemão explicou quais serão as principais diferenças do carro caso os difusores sejam mesmo proibidos.

“Vai mudar, obviamente, a velocidade que você traz para as curvas e durante as curvas. Acho que estamos acostumados a dirigir carros como eles eram no ano passado, e, de qualquer modo, você tem de se adaptar rapidamente durante uma corrida. As coisas mudam, como a aderência por conta dos pneus. Não será uma mudança radical”, opinou Vettel.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.