Tamanho do texto

Após punição de Hamilton, Red Bull consegue a dobradinha, com Webber em segundo. Massa é sexto, Senna 14º e Barrichello, 15º

Neste sábado (29), Sebastian Vettel conseguiu sua 13ª pole no ano. Com o título da temporada já assegurado, o piloto alemão da Red Bull não tirou o pé e cravou 1min24s178 para liderar o treino classificatório para o Grande Prêmio da Índia. No domingo (30), às 7h30 (de Brasília), acompanhe a corrida no Tempo Real do iG .

Veja também: Pilotos fazem homenagens a Dan Wheldon e Marco Simoncelli

Lewis Hamilton foi o segundo mais rápido do classificatório, mas terá de cumprir punição e vai largar em quinto. Com isso, a primeira fila terá dobradinha da Red Bull, com Mark Webber na segunda colocação.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Fernando Alonso vai sair em terceiro , ao lado de Jenson Button . Punido, Hamilton largará em quinto, seguido por Felipe Massa.

Bruno Senna e Rubens Barrichello ganharam uma posição cada por conta da punição de Vitaly Petrov e vão largar em 14º e 15º, respectivamente.

Schumacher quase fica fora do Q2

Com o cronômetro já zerado, Michael Schumacher aparecia na 18ª colocação no Q1. Além disso, o heptacampeão mundial foi atrapalhado por uma Hispania em sua última volta lançada, mas, mesmo assim, o giro foi rápido o suficiente para que ele garantisse classificação para o Q2.

Com isso, Kamui Kobayashi foi empurrado para a 18ª posição e acabou eliminado. Ao lado do japonês da Sauber, os carros da Team Lotus, da Hispania e da Virgin não conseguiram se classificar.

Daniel Ricciardo terminou o treino na 21ª posição, mas vai largar em 22º após receber punição pela troca de embreagem que a Hispania promoveu em seu carro entre o terceiro treino livre e o classificatório.

Senna e Barrichello param no Q2

Os brasileiros Bruno Senna e Rubens Barrichello não conseguiram se classificar para o Q3. Os dois vão largar, respectivamente, em 14º e 15º na corrida deste domingo.

Companheiro de Senna na Lotus Renault, Petrov quase conseguiu avançar. O russo cravou 1min26s319, mesmo tempo de Jaime Alguersuari, último a se classificar para o Q3. Como o espanhol fez sua volta primeiro, levou vantagem no desempate.

Porém, Petrov não vai largar em 11º. O russo carregava uma punição de cinco lugares no grid após causar acidente no Grande Prêmio da Coreia do Sul e, por isso, vai largar em 16º. Pérez, que fez o 17º tempo do treino, também perderá posições por ignorar uma bandeira amarela no treino de sexta-feira (28).

Michael Schumacher também não foi ao Q3 e vai largar em 11º. Avançaram para a disputa da pole os carros da Red Bull, da McLaren, da Ferrari e da Toro Rosso, além de Nico Rosberg, da Mercedes, e Adrian Sutil, da Force India.

Vettel é pole pela 13ª vez no ano. Suspensão de Massa quebra e brasileiro larga em 6º

Mais uma vez, o bicampeão Sebastian Vettel foi o mais rápido do treino classificatório. O alemão cravou 1min24s178, tempo mais rápido de todo o fim de semana.

Lewis Hamilton, único que chegou a ameaçar o piloto da Red Bull no treino, foi o segundo mais rápido, mas terá de cumprir punição por ignorar bandeiras amarelas nos treinos livres de sexta-feira.

Felipe Massa teve problemas em sua última volta lançada e obteve apenas a sexta colocação. O brasileiro ainda viu a suspensão de seu carro quebrar no fim do treino . Adrian Sutil, Sébastien Buemi e Jaime Algueruari sequer entraram na pista no Q3 e serão oitavo, nono e décimo no grid, respectivamente.

Veja como ficou o grid completo para o Grande Prêmio da Índia

1 – Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 1min24s178
2 – Mark Webber (AUS) – Red Bull – 1min24s508
3 – Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – 1min24s519
4 – Jenson Button (GBR) – McLaren – 1min24s950
5 – Lewis Hamilton (GBR) – McLaren – 1min24s474*
6 – Felipe Massa (BRA) – Ferrari – 1min25s122
7 – Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – 1min25s451
8 – Adrian Sutil (ALE) – Force India – Sem tempo no Q3
9 – Sébastien Buemi (SUI) – Toro Rosso – Sem tempo no Q3
10 – Jaime Alguersuari (ESP) – Toro Rosso – Sem tempo no Q3
11– Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – 1min26s337
12 – Paul di Resta (GBR) – Force India – 1min26s503
13– Pastor Maldonado (VEN) – Williams – 1min26s537
14 – Bruno Senna (BRA) – Lotus Renault – 1min26s651
15 – Rubens Barrichello (BRA) – Williams – 1min27s247
16 – Vitaly Petrov (RUS) – Lotus Renault – 1min26s319*
17 – Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – 1min27s876
18 – Heikki Kovalainen (FIN) – Team Lotus – 1min28s565
19 – Jarno Trulli (ITA) – Team Lotus – 1min28s752
20 – Sergio Pérez (MEX) – Sauber – 1min27s562*
21 – Jérôme D’Ambrosio (BEL) – Virgin – 1min30s866
22 – Daniel Ricciardo (AUS) – Hispania – 1min30s216*
23 – Narain Karthikeyan (IND) – Hispania – 1min30s238*
24 – Timo Glock (ALE) – Virgin – 1min34s046**

*Lewis Hamilton e Sergio Pérez foram punidos com a perda de três posições no grid. Vitaly Petrov e Daniel Ricciardo receberam punição de cinco colocações. Narain Karthikeyan também foi punido com cinco posições por ter atrapalhado Michael Schumacher durante o classificatório.

**Timo Glock não alcançou o limite mínimo de 107% no Q1 e sua participação no GP depende de permissão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.