Tamanho do texto

Brasileiro pregou foco para não voltar a danificar o carro no próximo fim de semana

Bruno Senna teve um fim de semana difícil no Japão. Depois de causar dois acidentes nos treinos livres , o brasileiro fez um bom classificatório , mas acabou a corrida local apenas na 16ª colocação. O piloto da Lotus Renault pretende usar as dificuldades como exemplo durante a disputa do Grande Prêmio da Coreia, que acontecerá na madrugada deste domingo (16), às 4h (de Brasília).

Veja também: Chefe da McLaren diz que Massa e Hamilton se atraem nas pistas

“É uma pista difícil e eu acho que existem muitos lugares onde você pode cometer erros. Existem curvas de diferentes inclinações espalhadas pela pista e, para um piloto, isso não é muito confortável. Entretanto, é a mesma coisa para todo mundo e eu espero que possamos usar o GP do Japão como exemplo para quando chegarmos na Coreia e colocarmos o carro na pista para o primeiro treino livre”, disse Senna, lembrando que os acidentes durante as sessões atrapalham o desenvolvimento do carro.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O brasileiro acredita que as características do Circuito da Coreia poderão ajudar a Lotus Renault a conquistar pontos no domingo.

“A pista exige muita tração, mas o solo é muito macio e o formato da pista significa que toda a fraqueza que tivemos em Cingapura não se repetirá na Coreia. Deveremos ser fortes de novo e nosso carro deverá estar entre os dez primeiros até o fim da temporada”, declarou Senna.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.