Tamanho do texto

Brasileiro usa camiseta com o símbolo do clube, que pode ser campeão brasileiro neste domingo

selo

O clima da reta final do Campeonato Brasileiro também agita o palco do Grande Prêmio do Brasil deste domingo (27) às 14h. Os presentes em Interlagos não esconderam suas torcidas pelos times, inclusive os pilotos. Além da bandeira do Vasco amarrada na Brabham de Nelson Piquet em sua exibição antes da prova, Rubens Barrichello homenageou o Corinthians. Vestido com uma camiseta especial, desenhada por seu filho, com o emblema do time e a bandeira do Brasil, Rubinho chegou ao autódromo.

Leia também: Webber vence GP do Brasil e Button fica com o vice-campeonato

O piloto da Williams também recebeu o suporte da torcida já presente no circuito, a poucas horas do início do GP do Brasil. "Amo estar aqui. É uma energia muito forte. Tem muita gente do lado de fora tentando entrar. Acho que o autódromo vai estar cheio. Vamos torcer pelos três brasileiros e vamos torcer para que a corrida de hoje seja fundamental para me manter aqui dentro", comentou Rubinho, que, cercado por repórteres, gerou tumulto em sua chegada a Interlagos.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Questionado sobre seu futuro, ainda indefinido, Rubinho evitou fazer comentários sobre as negociações com a Williams. "A Fórmula 1 hoje é muito política, algumas vezes, complicada. Se ficar colocando pressão na tua futura namorada, você pode levar um belo 'não' na cara. Então, tem que manter a calma. Trato essa situação com carinho, porque quero muito ficar aqui. As comunicações têm que ser delicadas. E tenho que mostrar [a disposição de seguir na categoria] com resultados na pista e não apenas com palavras", concluiu.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.