Tamanho do texto

Dietrich Mateschitz, no entanto, não descarta aumentar o número de parceiros

Dietrich Mateschitz, dono da Red Bull e da Toro Rosso, afirmou nesta quinta-feira (29) que suas equipes não estão à venda. Porém, ele não descartou a possibilidade de parcerias.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O empresário negou especulações de que a Toro Rosso seria vendida para a Companhia Internacional de Investimento em Petróleo, com base em Abu Dhabi - que já é um de seus principais patrocinadores .

"Não", ele respondeu quando perguntado se a equipe estava à venda, em entrevista ao jornal inglês Independent . "Mas parcerias não estão descartadas, desde que seja com o parceiro certo”, acrescentou.

Mateschitz disse também que não tem planos de vender uma participação em sua escuderia principal, a Red Bull, que está perto de chegar ao bicampeonato do Mundial de Construtores . No entanto, admitiu: “É difícil fazer uma previsão e a decisão sempre depende de um quadro mais amplo, da política, da influência dos acionistas da F1 e muitos outros fatores”.

O dirigente também apontou que os gastos da Red Bull com a Fórmula 1 não pesam tanto para a marca. “O investimento total em marketing da marca Red Bull é 10 vezes maior do que o na F1”. Ele ainda declarou achar difícil que sua equipe principal consiga algum "patrocinador título", como é o caso da Vodafone com a McLaren: “É difícil encontrar devido à força da marca Red Bull”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.