Tamanho do texto

Mexicano comemora resultado e ainda vê Peter Sauber se emocionar com pódio em Sepang

Apesar da vitória de Fernando Alonso, o nome mais comentado da Fórmula 1 após o GP da Malásia é o do mexicano Sergio Pérez. O piloto, que largou em nono, conseguiu levar a Sauber ao pódio com o segundo lugar, à frente de Lewis Hamilton, da McLaren.

Leia também: Pérez dedica pódio à sua cachorra que morreu recentemente

"O segundo lugar é um grande resultado para a equipe, são muitos pontos. É apenas a segunda corrida e espero que possamos continuar melhorando para lutar", comentou.

Pérez foi o primeiro a ir para os boxes durante a corrida e chegou rapidamente às posições da frente. No final, ainda incomodou a liderança de Alonso, mas errou quando se aproximava do espanhol. Apesar disso, ressaltou o bom resultado.

"Eu perdi o controle do carro e saí da briga pela vitória. Estava procurando uma maneira de passá-lo, mas escapei e encostei na zebra molhada. Tive sorte por não sair. Mesmo assim, foi um grande resultado para a equipe. Estava difícil de manter o carro na pista e foi incrível".

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Peter Sauber, chefe da equipe de Pérez, mostrou muita emoção após a prova e não conseguiu segurar as lágrimas com o segundo conquistado pelo garoto de 22 anos. O suíço elogiou bastante o piloto após a prova. “Que ótimo resultado! Sergio teve uma maravilhosa corrida e foi acima de nossas expectativas. O que mais me surpreendeu foi o fato que ele esteve muito competitivo em todas as condições e com todos os pneus”, comentou.

A última vez em que a equipe havia chegado ao pódio foi com Robert Kubica e Nick Heidfeld, em 2008. Na ocasião, o polonês largou em segundo no GP do Canadá e se aproveitou de um acidente entre Lewis Hamilton e Kimi Raikkonen para chegar à vitória, seguido por seu companheiro. Na época, a equipe era chamada de BMW Sauber, pela parceria firmada com a montadora alemã.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Pérez, que é da academia de pilotos da Ferrari, é cogitado para substituir Felipe Massa na escuderia. O próprio pai do piloto já admitiu que há contatos para que o filho possa vir a pilotar pela equipe italiana .

Até agora, a melhor posição de Pérez na F1 havia sido um sétimo lugar, conquistado no GP da Inglaterra, em julho de 2011, seu primeiro ano na categoria. Nesta temporada, ele foi oitavo no GP da Austrália. Com os resultados nas duas primeiras provas, Pérez aparece em quinto no Mundial de 2012 .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.