Tamanho do texto

Inglês da McLaren tem boas lembranças do circuito em que foi campeão em 2009, com a Brawn

O inglês Jenson Button tem boas lembranças do Autódromo de Interlagos, em São Paulo, que recebe neste domingo (27), às 14h, a última etapa da temporada da F1. Foi lá que, em 2009, ele sagrou-se campeão pela primeira e única vez da categoria , com a Brawn GP. Segundo o atual piloto da McLaren, ele é atingido por um "senso de história" toda vez que chega ao Brasil para mais uma corrida.

Leia também: Interlagos foi palco de cinco títulos na Fórmula 1

"Você é atingido por um 'senso de história' sempre que vai para Interlagos", disse. "No caminho para o circuito, tem um busto de (José) Carlos Pace, e muitos outros ótimos pilotos vieram de lá, incluindo dois campeões da McLaren: Emerson Fittipaldi e Ayrton Senna. É um lugar único", completou.

Depois do triunfo de seu companheiro Lewis Hamilton em Abu Dhabi , Button cravou que a McLaren ainda mira vitórias em 2011. Ele é o favorito para ficar com o vice neste ano.

"Acho que provamos em Abu Dhabi, há duas semanas, que a McLaren ainda quer vencer, mesmo com os dois campeonatos definidos. Estou determinado a ganhar minha quarta prova na temporada, mesmo que isso signifique lutar até a última volta da última corrida do ano", garantiu.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Sobre o circuito brasileiro , o britânico ressaltou que a corrida é bastante desgastante e disse que imagina como devia ser no traçado antigo, mais extenso. "Existem muitos desafios físicos para serem superados em Interlagos. É uma volta com muitas curvas e declives", explicou.

"Posso imaginar como era correr aqui nos anos 70, quando a pista tinha o dobro do tamanho, mas no mesmo espaço. Mesmo não sendo o único circuito anti-horário do calendário, a combinação de ondulações, declives e velocidade das curvas força os músculos do pescoço, que são mais usados nas curvas para direita que para a esquerda", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.