Tamanho do texto

Mesmo com as três vitórias de Vettel na temporada, espanhol ainda acredita em superação da equipe italiana

Alonso no pódio da Turquia, primeiro da Ferrari no ano
AP
Alonso no pódio da Turquia, primeiro da Ferrari no ano
Mesmo com o amplo domínio de Sebastian Vettel, da Red Bull, a temporada 2011 da Fórmula 1 não está perdida para Fernando Alonso. Segundo as contas o espanhol da Ferrari, a equipe ainda tem chances de se superar e brigar pelo título tanto do Mundial de Pilotos quanto de Construtores da categoria.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

"Vocês sabem que eu gosto de brincar com números - enquanto viajava entre minha casa, Maranello e Turquia, fiz uma comparação entre minhas primeiras quatro provas no ano passado e neste ano. Em 2010, estava com oito pontos a mais (49 a 41). Mas nas corridas correspondentes (Austrália, Malásia, China e Turquia), eu conquistei 13 pontos a mais este ano (41 a 28)", ressaltou para site oficial da Ferrari. Na classificação do Mundial de Pilotos, Vettel, com a Red Bull, lidera com folga após vencer três das quatro primeiras provas, com 93 pontos. Alonso é o 5º na classificação, com 41 conquistados.

"É verdade que a minha distância atual para os líderes do campeonato é muito maior (52 pontos), comparado o que eu tinha depois de Xangai, em 2010 (11). Mas eu também lembro que depois de Silverstone, ano passado, tínhamos 47 pontos de diferença e apenas oito corridas restantes", acrescentou.

O espanhol bicampeão mundial da categoria conquistou o primeiro pódio da Ferrari no ano na última corrida do calendário, em Istambul, na Turquia. Vettel foi o vencedor, enquanto Mark Webber, seu companheiro de equipe, ficou em segundo.

"Hoje ainda temos 15 corridas para fazermos. Isso mostra que nós podemos olhar para a mesma coisa de dois jeitos diferentes, até mesmo de formas completamente opostas. O que importa são os resultados e nós já começamos a terminar no pódio. Precisamos fazer isto regularmente e eu ficarei confiante de que brigaremos mais uma vez pelo título", finalizou Alonso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.