Tamanho do texto

Números do alemão nesta temporada superam, e muito, seu desempenho em 2010

O terceiro lugar de Sebastian Vettel no Grande Prêmio do Japão deste domingo (9) garantiu ao piloto o título da temporada, segundo consecutivo do jovem de 24 anos na Fórmula 1 . A antecedência de quatro etapas mostra como o piloto da Red Bull dominou o Mundial de Pilotos de 2011, com uma campanha excepcional. Ano passado, entretanto, a história foi diferente. O alemão não teve vida fácil para levar o título para casa.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apenas no GP de Abu Dhabi, última etapa da temporada de 2010, foi decidido o título. Eram quatro pilotos na disputa direta pela conquista: Fernando Alonso, o líder, Mark Webber, vice-líder, Vettel, terceiro, e Lewis Hamilton, quarto colocado. O alemão da Red Bull tinha sete pontos de desvantagem para seu companheiro de equipe e 15 para o espanhol da Ferrari. Mesmo assim conseguiu arrancar a diferença de ambos. Venceu em Yas Marina e atingiu 256 pontos. Alonso, sétimo, foi a 252, e Webber, logo atrás do ferrarista, fez 242.

Nesta temporada, por outro lado, Vettel sobrou perante os adversários. A diferença entre seus resultados em 2011 é enorme perto do que apresentou em 2010. Por exemplo, as dez poles que o alemão colecionou durante todo o Mundial anterior já foram ultrapassadas neste ano – ele já tem 12.
Mas a discrepância nos dois títulos do piloto da Red Bull não para por aí. Após a vitória em Cingapura , 14ª etapa deste Mundial, Vettel foi para 309 pontos. Na mesma altura da temporada passada, o alemão tinha apenas 163 pontos e estava em quarto. Webber, líder na 14ª etapa em 2010, tinha 187 pontos.

Apenas no GP da Alemanha Vettel ficou fora do pódio neste ano (4º colocado). Nas outras 14 etapas, o piloto venceu 9, chegou em segundo em quatro e só foi terceiro agora, em Suzuka. Ano passado, em comparação, o alemão venceu cinco corridas em um total de 19.

Depois do GP da Bélgica de 2011, 12ª etapa do Mundial, o bicampeão já superava o número de pontos da campanha de seu primeiro título: 259 deste ano contra 256 de 2010.

Com o rendimento das equipes em níveis parecidos, a temporada que deu a Vettel o primeiro título teve a liderança alternada por seis competidores diferentes. O alemão, contudo, não deixou esse quadro nem se aproximar neste ano. Desde a etapa de abertura venceu e não deixou mais a ponta do Mundial escapar.

Apesar de já ter assegurado o título, Vettel pode continuar deixando os espectadores encantados com sua atuação. Isso porque a temporada ainda tem quatro provas e o alemão pode manter a hegemonia para acumular ainda mais pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.