O Grande Prêmio da China de Fórmula 1, inicialmente marcado para 19 de abril, foi adiado devido à epidemia de coronavírus, de acordo com o anúncio da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) desta quarta-feira. Ainda não há uma nova data para a realização do evento.

Leia também: Surto do coronavírus impacta mercado de eSports ao redor do mundo

f1
Divulgação
Fórmula 1 será adiada

"Como resultado de preocupações sanitárias contínuas e com a OMS declarando o coronavírus como uma emergência global, a FIA e a F1 decidiram tomar essas medidas para assegurar a saúde e a segurança do estafe, dos participantes do campeonato e do público", disse a entidade através d ecomunicado oficial.

Leia também:  Tóquio-2020 se diz 'extremamente' preocupado com surto do coronavírus

O GP da China seria a quarta rodada do Campeonato do Mundial de F1, que começa em 15 de março com o GP da Austrália, em Melbourne. O evento chinês deveria ser logo após o GP do Vietnã, organizado pela primeira vez no país, em 5 de abril.

O chefe executivo do esporte, Chase Carey, já tiha dito na terça-feira que o evento deveria ser adiado por causa da epidemia do vírus. A corrida, que é um mercado importante para a Fórmula 1, estava marcada para ser realizada em Xangai.

Em entrevista a repórteres na semana passada, o diretor-gerente de automobilismo da Fórmula 1, Ross Brawn, disse que o esporte deve remarcar a corrida chinesa em vez de cancelá-la por completo. Mas o calendário lotado da competição, com poucos finais de semana livres, será um desafio.

O vírus semelhante à gripe matou mais de 1.100 pessoas e infectou mais de 44.000 na China depois que surgiu pela primeira vez na cidade central de Wuhan, no final do ano passado.

Uma série de eventos esportivos internacionais foram cancelados devido ao coronavírus, incluindo a corrida da Fórmula E, que aconteceria na cidade chinesa de Sanya, no próximo mês.

    Veja Também

      Mostrar mais