Tamanho do texto

Tricampeão, piloto da Mercedes é fã de Ayrton Senna desde criança e espera ganhar pela primeira vez o GP de Interlagos

Lewis Hamilton homenageia Ayrton Senna em seu capacete para correr o GP do Brasil em 2011
Reuters
Lewis Hamilton homenageia Ayrton Senna em seu capacete para correr o GP do Brasil em 2011

Com o tricampeonato mundial garantido de forma antecipada , o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, chega ao Grande Prêmio do Brasil sem estar pressionado, mas com o objetivo de conquistar no próximo domingo a primeira vitória no circuito de Interlagos, onde disse sempre sentir "a presença de Ayrton Senna", seu maior ídolo na Fórmula 1.

"Interlagos é um dos clássicos: curto, duro para os pneus, com condições climáticas variáveis e uma largada muito complicada, que sempre oferece um pouco de drama", afirmou Hamilton, acrescentando que o Brasil é "um país vibrante, cheio de cor, de gente apaixonada e divertida".

"É um lugar muito especial para mim, o país de Ayrton Senna. Desde criança sonhei em correr em São Paulo e sempre que estou ali sinto sua presença. Era um herói para o Brasil", disse o britânico.

Hamilton lembra que Senna precisou de oito tentativas para conseguir sua primeira vitória no GP do Brasil, em 1991. "É uma das (corridas) que eu não ganhei. Se eu puder mudar isso nesse final de semana será uma homenagem a ele, outro fato de destaque neste ano maravilhoso", comentou.

Além de se igualar a Senna com o terceiro título mundial , Hamilton superou o ídolo nesta temporada no número de corridas vencidas na carreira: 43 a 41. O brasileiro, porém, segue na frente nas pole positions, tendo largado 65 vezes na primeira posição, contra 49 do britânico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.