Tamanho do texto

Sabine Kehm afirma ter conversado com outras pessoas que estavam na estação de esqui no momento do acidente

Michael Schumacher segue em estado grave após o acidente de esqui que sofreu na estação de Méribel neste domingo, nos Alpes suíços. Sabine Kehm, porta-voz do ex-piloto alemão, disse nesta terça-feira acreditar que o recordista de títulos da Fórmula 1 chocou-se de cabeça contra uma rocha depois de tentar ajudar um amigo caído na pista.

Leia mais: Schumacher passa por nova cirurgia e reage bem a tratamento

Sabine afirma ter conversado com outras pessoas no local. A partir daí, supõe que Schumacher pisou em um de seus esquis em uma pedra coberta pela neve e escorregou, caindo e batendo a cabeça em outra rocha.

Veja ainda: Schumacher estaria dez metros fora da pista de esqui

"Depois de falar com bastante gente que estava perto do Michael no momento do acidente, acho que ele não estava fora dos limites", disse Sabine. "Havia duas rotas: uma azul e uma vermelha. No meio delas tinha uma parte com neve mais profunda e Michael entrou nela. Mas mesmo depois disso, por tudo que todos me disseram, ele não estava muito rápido, já que tinha ajudado um amigo que tinha caído na pista", prosseguiu.

"Então ele começou a esquiar novamente, entrou nessa neve mais profunda e, aparentemente, achamos que ele atingiu uma pedra quando tentava fazer uma curva e isso meio que o catapultou. Depois, me parece que ele caiu de cabeça em outra pedra", detalhou.

"Foi um azar extremo e circunstâncias infelizes, e não porque ele estava acelerando muito. Eu falei com muitas pessoas e elas disseram que isso pode acontecer a 10km/h", terminou.

Na noite desta segunda-feira, Schumacher foi submetido a uma segunda cirurgia para a retirada de hematomas cerebrais causados pelo traumatismo craniano após o acidente. De acordo com os médicos que cuidam do alemão no hospital de Grenoble, na França, ele segue em coma induzido, mas tem reagido melhor ao tratamento.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.