Tamanho do texto

Stefano Domenicali admite que decisão de manter espanhol na pista com a asa dianteira danificada partiu da escuderia e reconhece erro na estratégia

Alonso não esconde a frustração após abandono precoce na Malásia
Mark Thompson/Getty Images
Alonso não esconde a frustração após abandono precoce na Malásia

O GP da Malásia durou pouco para Fernando Alonso. Depois de um toque na Red Bull de Sebastian Vettel na primeira volta, a asa dianteira da Ferrari do espanhol ficou danificada. Ao invés de chamá-lo para os boxes, a escuderia decidiu manter o piloto na pista, mas a estratégia não deu certo. Alonso perdeu o controle do carro na segunda volta e parou na caixa de brita. Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, assumiu a responsabilidade pelo ocorrido.

Alonso poderia ter vencido a corrida se tivesse adotado outra estratégia? Opine

"A decisão foi do pitwall. Obviamente, o Fernando podia sentir o carro, mas não conseguia ver os danos de sua posição. Nós assumimos a responsabilidade como equipe. O toque (no carro de Vettel) foi uma infelicidade, porque nós poderíamos ter marcado alguns bons pontos nessa corrida. Assumimos o risco e não valeu a pena", afirmou Domenicali.

Leia ainda: Webber reclama de ultrapassagem de Vettel, que se desculpa com companheiro

E mais:  Hamilton se confunde e para nos boxes da McLaren durante o GP da Malásia

A ideia da Ferrari ao segurar Alonso na pista era acumular mais quilometragem antes de colocar pneus para pista seca. Quando tocou no carro de Vettel, o espanhol já estava em segundo lugar e buscava assumir a liderança da corrida. Por isso, ele acredita que poderia ter saído da Malásia com a vitória.

"O carro estava bom hoje e não acho que estávamos muito longe do ritmo da Red Bull na corrida", disse Alonso. "Eles não tinham todo os ases nesse final de semana. Ninguém estava especialmente rápido, então acho que realmente poderíamos ter lutado pela vitória. Foi um toquei muito sutil, mas suficiente para danificar bastante a asa. Na minha opinião, foi muita falta de sorte", completou.

Com o resultado deste domingo, Vettel chegou aos 40 pontos e assumiu a liderança da temporada 2013 da Fórmula 1. Com o segundo lugar obtido na prova de abertura do campeonato, na Austrália, Alonso segue com 18 pontos e aparece em sexto lugar.